Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 2 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Auto-suficiência não reduzirá preços de combustíveis

Aline Beckstein/ABr - 20 de abril de 2006 - 06:05

A auto-suficiência na produção de petróleo, que será anunciada na sexta-feira (21), não reduzirá os preços dos combustíveis no Brasil, mas deixará o país menos vulnerável às oscilações no mercado internacional.

De acordo com o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, "nós não precisaremos reproduzir no mercado brasileiro a flutuação de preço do petróleo decorrente de uma crise geopolítica relacionada ao Irã, que vem provocando uma enorme variação de preços nas últimas semanas".

A preocupação internacional, explicou, é a de que o governo iraniano possa interferir nas exportações de petróleo, caso venha a sofrer sanções devido ao seu programa nuclear. O Irã é o quarto maior produtor mundial de petróleo.

Gabrielli lembrou que com a entrada em operação da plataforma P-50, na Bacia de Campos, prevista para sexta-feira, o Brasil será considerado, oficialmente, auto-suficiente na produção de petróleo.

Mas isso não significa que o país deixará de importar petróleo: "Vamos continuar importando petróleo leve, que será misturado com o petróleo pesado para produzir uma maior quantidade de diesel para o Brasil", disse o presidente da Petrobras. E acrescentou: "A auto-suficiência significa que o país vai produzir petróleo suficiente para atender ao consumo interno na produção de derivados. Não estamos dizendo que seremos auto-suficientes na produção de diesel ou gás natural".

SIGA-NOS NO Google News