Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 5 de Agosto de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Atletas comemoram a inclusão do futsal no Pan de 2007

Agência Brasil - 30 de julho de 2003 - 07:32

O futsal está em festa. A modalidade foi incluída oficialmente no programa dos Jogos Desportivos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007. Em meio à comemoração, a comunidade do futsal já pensa no próximo grande passo: tornar-se um esporte olímpico. E a possibilidade de realização deste sonho está próxima, marcada para setembro do ano que vem, em Atenas, quando a proposta será exposta na assembléia do Comitê Olímpico Internacional (COI).
Na opinião do vice-presidente da Confederação Brasileira de Futsal (CBFs), Carlos Bittencourt, um conjunto de fatores tornou possível a inclusão no Pan. "Estamos muito contentes com o anúncio. Todo o trabalho desenvolvido pela comunidade do futsal no país foi reconhecido e as chances de estarmos nas Olimpíadas ficaram maiores. Gostaria de agradecer ao presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, pelo empenho neste projeto."
O anúncio da inclusão do futsal no Pan foi feito em Santo Domingo, República Dominicana, pelo comitê executivo da Organização Desportiva Pan-Americana - Odepa. O projeto que rendeu a aprovação foi elaborado pelo COB e contou com o apoio da Confederação Brasileira de Futsal (CBFs) e da Federação Internacional da Modalidade (Fifa) que, em março deste ano, solicitou a inclusão do futsal no Pan do Rio de Janeiro. "Daqui para frente, nosso trabalho será visto com melhores olhos não só no Brasil como no mundo. Outro ponto positivo é estrearmos no Pan em casa, ainda mais no Rio de Janeiro, que é um estado que prestigia muito o futsal. Aliás, os Jogos Desportivos Sul-Americanos, realizados no Rio no ano passado, foram um importante cartão de visita para nós. Fizemos uma grande final contra a Argentina, vencendo por 4 a 2, com o ginásio lotado, provando que a modalidade atrai público e investimento", lembrou Bittencourt.
Esta motivação já está sendo sentida pelos atletas. O ala Falcão, 26, que há seis anos integra a seleção nacional, prometeu lutar para fazer parte da equipe que irá defender o país no Pan. "Nosso esporte é um dos mais praticados do Brasil e conseguiu dar um salto muito grande. Quero melhorar o meu desempenho para continuar fazendo parte da Seleção até lá, ainda mais pelo fato de a estréia ser no Rio, que é garantia de sucesso de público. Tudo está caminhando da melhor forma possível", afirmou o jogador, de olho nas Olimpíadas. "O ano que vem é ano de Campeonato Mundial e uma coisa puxa a outra. Certamente será um evento que pode contribuir com a inclusão do futsal nos Jogos Olímpicos."
Para o fixo Índio, único atleta tetracampeão da Liga Nacional (nos anos de 1997, 1999, 2002 e 2003), o Pan irá refletir diretamente no apoio às categorias de base. "Muitos craques do futsal, como Manoel Tobias e Fininho, não terão a oportunidade de jogar em 2007. Mas a competição será um estímulo para que novos talentos continuem aparecendo e mantendo a nossa hegemonia nos continentes americanos. Talvez eu não seja selecionado para defender o Brasil no Pan, mas certamente estarei na torcida para que a nossa modalidade atinja mais esta conquista", concluiu Índio, que tem 28 anos de idade.

SIGA-NOS NO Google News