Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 5 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Após bloqueio, fronteira com Bolivia retoma a rotina

Marcelo Fernandes e Rosana Nunes, do Corumbá on Line - 22 de abril de 2006 - 16:32

A suspensão temporária dos bloqueios na província boliviana de German Busch, na noite desta sexta-feira, 21 de abril, atendeu ao pedido do presidente do Comitê Pró Santa Cruz, German Antelo, para que as negociações com o Governo Central, do presidente Evo Morales, possam avançar. Antelo reuniu-se reservadamente com Morales, mas o teor da conversa entre os dois não foi divulgado.

O “paro cívico” aconteceu porque o presidente boliviano determinou o embargo às obras da siderúrgica que a empresa brasileira EBX constrói em Puerto Quijarro, alegando violações ambientais e à legislação do país.

O documento que decidiu pela suspensão da paralisação geral, iniciada na quarta-feira, dia 19, deixou claro que a população das cidades de Puerto Suarez; Puerto Quijarro e Arroyo Concepción se mantém em “estado de alerta”. Caso o governo boliviano não dê resposta concreta, até dia 26, a respeito da liberação das licenças para que o Grupo EBX retome as atividades na região, as organizações cívicas locais afirmam que terão o direito de “tomar as ações que o caso aconselha” e retormar os bloqueios da fronteira; estradas; ferrovia e aeroporto e fechamento do comércio.

Neste sábado, o cotidiano das cidades bolivianas que fazem fronteira com o Brasil foi retomado. O cruzamento da faixa internacional acontece sem restrições; o comércio funciona normalmente com todas as lojas abertas. Na estação ferroviária de Quijarro, que tem fluxo diário de cerca de 2 mil pessoas, o movimento é intenso. O primeiro trem de passageiros partirá às 11h45 para Santa Cruz de La Sierra.

Os militares, que vigiavam o aeroporto de Puerto Suarez, já deixaram o local. O primeiro dos dois vôos comerciais diários, que atendem a rota Santa Cruz – Puerto Suarez – São Paulo (ida e volta) parte à tarde. Cerca de 300 passageiros são atendidos por dia.

SIGA-NOS NO Google News