Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 29 de Novembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Anunciado o vencedor do Prêmio Shell de Música 2003

Agência Brasil - 17 de julho de 2003 - 15:58

Rio de Janeiro – O compositor Paulo César Pinheiro, autor de mais de 1.300 letras de músicas, das quais mais de 700 foram gravadas até 1997, é o grande vencedor do Prêmio Shell de Música 2003. O anúncio foi feitoontem pela Shell Brasil em sua sede, no Rio de Janeiro.
Ao saber da notícia, o letrista e parceiro de compositores como Baden Powell disse ter ficado muito comovido. Recebeu a premiação como "a coroação de uma vida de trabalho dedicado à música brasileira“ e afirmou que “o reconhecimento só o estimula a fazer mais”.
A escolha de Paulo César Pinheiro como ganhador da 23a.edição do Premio Shell de Música dá seguimento à vitória do samba que, em 2000, foi representado por João Donato, seguindo-se Elton Medeiros em 2001 e, no ano passado, Dona Ivone Lara. O nome do músico foi escolhido por um júri composto pelo compositor Hermínio Bello de Carvalho, os jornalistas Hugo Sukman e Chico Santos, a cantora e compositora Simone Guimarães e o músico Tim Rescala.
A Shell foi a primeira empresa a criar um prêmio visando a distinguir a música brasileira e abriu a série, em 1981, com homenagem a Pixinguinha. A partir daí, os premiados foram Tom Jobim(1982), Dorival Caymmi (83), Luiz Gonzaga (84), Braguinha (85), Milton Nascimento (86), Herivelto Martins (87), Chico Buarque (88), Caetano Veloso (89), Gilberto Gil (1990), Martinho da Vila (91), Paulinho da Viola (92), Jorge Benjor (93), Edu Lobo (94), Baden Powell (95), Rita Lee(96), Roberto e Erasmo Carlos (97), Zé Ketti (98), Johnny Alf (99).
Nascido no Rio de Janeiro em 28 de abril de 1949, Paulo César Francisco Pinheiro fez os primeiros versos em Angra dos Reis, onde conheceu seu primeiro parceiro, João de Aquino, com quem compôs a música Viagem, em 1964. Em 65, conheceu Baden Powell, primo de João de Aquino. Os dois compuseram, em 68, o samba Lapinha, vencedor da I Bienal do Samba da TV Record no mesmo ano, que foi gravado por Elis Regina. Ainda em 68, fez a canção A Grande Ausente, com Francis Hime, defendida por Taiguara no III Festival da Música Popular Brasileira, da TV Record, classificada em 6º lugar.
Outros parceiros são Eduardo Gudin, Dori Caymmi, Maurício Tapajós, Edu Lobo, João Nogueira, Sérgio Santos, Wilson das Neves.Em 1975, casou-se com a cantora mineira Clara Nunes, que morreu há cerca de 20 anos.
(Alana Gandra)

SIGA-NOS NO Google News