Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 16 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Anderson Silva será operado e está fora do UFC 198

180 Graus - 11 de maio de 2016 - 11:30

O UFC 198 não contará com um dos principais nomes saídos de Curitiba. Ex-campeão dos médios, Anderson Silva foi cortado do evento do dia 14 de maio, que acontecerá na cidade paranaense, no estádio da Arena da Baixada. O lutador passará por uma cirurgia na vesícula no Rio de Janeiro e não terá condições de enfrentar Uriah Hall. A confirmação do processo cirúrgico foi feita na página do brasileiro no Facebook.

"Anderson teve um desconforto abdominal, na segunda. Hoje a informação ficou mais consistente. Ele está com uma colecistite (inflamação da vesícula biliar, causada por litíase ou infecção bacteriana)", disse Jeff Davidson, o médico do UFC. "Ele será examinado por um cirurgião e provavelmente passará por cirurgia", completou.

Em nota oficial, o UFC afirmou que quem desejar, poderá pedir reembolso do ingresso por causa da saída do brasileiro do card. Os fãs terão até 13 de maio, um dia antes do evento, para solicitarem seu dinheiro de volta. Em caso de compra em bilheteria ou ponto de vendas, o fã terá que se dirigir ao canal da compra com os ingressos originais. No caso de compra pela internet ou call center, é necessário enviar um e-mail com os dados da compra para [email protected], com o assunto "Reembolso".

Apesar da saída de Anderson Silva, a presença de Uriah Hall ainda não está descartada. Em entrevista ao "Yahoo" dos Estados Unidos, Dana White afirmou que ainda procura um adversário para o jamaicano.

O combate com Uriah Hall seria o primeiro desde a derrota de Anderson Silva para Michael Bisping, ocorrida em 27 de fevereiro, em Londres, na Inglaterra. O brasileiro não vence um combate há três anos e meio, quando derrotou Stephan Bonnar, no Rio de Janeiro.

Desde a vitória sobre Bonnar, Anderson perdeu duas vezes para Chris Weidman. Na última, quebrou a perna e ficou um ano longe do octógono. Em seu retorno, venceu Nick Diaz, mas o combate foi transformado em "Sem Resultado", pois o brasileiro caiu no doping por uso de dois esteroides anabolizantes e seu adversário foi flagrado pelo uso de maconha.

Anderson Silva estava escalado para fazer o terceiro combate mais importante do evento. O card ainda contará com grandes nomes do MMA brasileiro, como Fabrício Werdum, Vitor Belfort, Ronaldo Jacaré, Cris Cyborg, Mauricio Shogun e Demian Maia.

SIGA-NOS NO Google News