Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 29 de Junho de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Agora: audiência pública discute concessão de rodovias que passam por Cassilândia

Estimativa de investimento é de R$ 3,11 bilhões e mais de 2,5 mil empregos gerados.

Campo Grande News - 18 de maio de 2022 - 14:07

Agora: audiência pública discute concessão de rodovias que passam por Cassilândia
Ponte na BR-158 em Aparecida do Taboado faz parte do projeto (Foto: Chico Ribeiro | Governo de MS)

A Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) realiza nesta quarta-feira (18), audiência pública para discutir o projeto de concessão destinado à adequação de capacidade, reabilitação, operação, manutenção e conservação da rodovia MS-112 e trechos das BRs 158 e 436.  O investimento previsto é de R$ 3,11 bilhões.

O prazo de concessão é de 30 anos e vai atender as cidades de Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas. Beneficiando 230 mil habitantes. A região atendida tem como atividades econômicas a agropecuária, silvicultura e indústrias frigoríficas, de celulose e de açúcar.

Para o Escritório de Parcerias Estratégicas a concessão deve reduzir substancialmente o número de acidentes, além de garantir segurança e conforto aos usuários, gerar mais de 2,5 mil empregos diretos e indiretos, diminuir o tempo de deslocamento e dos custos com a manutenção dos veículos, gerar novas oportunidades de negócios na região e uma economia estimada em R$ 3 milhões ao ano, que é o valor investido atualmente na manutenção da rodovia.

Ao todo são 413,9 quilômetros de extensão, incluindo os 3,7 quilômetros da ponte rodoferroviária.   Segundo a Seinfra, a MS-112 vai do entroncamento com a BR-158, em Três Lagoas até o entroncamento com a mesma rodovia em Cassilândia, totalizando 200,9 km.

Já o trecho da BR-158, em concessão, segue a MS-306 em Cassilândia até o entroncamento com a MS-444 em Selvíria, mais 194,9 quilômetros. E o da BR-436 vai do entroncamento com a 158 em Aparecida do Taboado até o fim da ponte rodoferroviária, uma extensão de 18,10 km.

A empresa responsável deve implantar acostamentos e dispositivos de retorno, terceira faixa e alargar pontes, entre outros investimentos. Além de oferecer socorro mecânico, médico, inspeção de tráfego, combate a incêndios, apreensão de animais e implantar seis Postos de Atendimento ao Usuário.

Ainda conforme a Seinfra, as rodovias contarão  com um centro de controle, responsável por operar 255 câmeras, interligadas por uma rede de fibra óptica, que realizarão a cobertura, em tempo real, de 100% das rodovias, além de 12 painéis fixos e três móveis de mensagens variáveis, sistema de controle de velocidade com 14 radares fixos e sistema móvel de pesagem de veículos, entre outros.

A licitação tem como critério de julgamento a maior oferta de outorga da concessão e os recursos serão revertidos ao Fundersul para a manutenção da malha rodoviária estadual. A estimativa de tráfego nos três pontos é de 19,5 mil veículos por dia, só no primeiro ano.

Serviço - A audiência pública está marcada para as 14 horas e será de forma remota. A participação é aberta a todos e se dará por meio de preenchimento do formulário para acesso pelo link disponível no site da TVB3 http://tvb3.com.br/home.

O regulamento e mais informações sobre a audiência pública podem ser consultados clicando aqui.

SIGA-NOS NO Google News