Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

12% dos vereadores e deputados estaduais são mulheres

Agência Senado - 06 de abril de 2006 - 07:38

O presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente do Programa Interlegis - Comunidade Virtual do Poder Legislativo, senador Efraim Morais (PFL-PB), divulgaram na manhã desta quarta-feira (5) os resultados do 1º Censo do Legislativo, realizado no ano passado e que revelou serem homens 88% dos vereadores e deputados estaduais brasileiros, enquanto somam 12% as representantes do sexo feminino. O mesmo censo revelou que 4% desses legisladores mal lêem e escrevem.

Renan definiu a pesquisa como uma radiografia inédita do trabalho legislativo e do perfil dos legisladores situados em todo o país, assim como da situação das Câmaras onde eles se reúnem para decidir a vida nas cidades. Com base nesses números, o senador disse que o Senado vai poder elaborar um programa de modernização dos legislativos nos estados.

O mesmo censo revelou que 3% desses legisladores têm pós-graduação; 16% têm curso superior completo; 6%, curso superior incompleto; 34% têm curso médio completo; 9% têm curso médio incompleto; 14% têm curso fundamental completo; enquanto 14% têm curso fundamental incompleto.

Na mesma entrevista, Efraim Morais ofereceu dados sobre a distribuição dos vereadores por faixa etária. E revelou que 6% deles têm de 18 a 28 anos; 31% têm de 29 a 39 anos; 44% têm de 40 a 50 anos; 16% têm de 51 a 61 anos; e 3% têm idade acima de 62 anos.

Outra informação do presidente do Interlegis é a de que o salário médio dos vereadores no país é de R$ 450,00. Efraim Morais explicou que essa é basicamente a remuneração paga nos municípios pequenos e médios. Quando a pesquisa concentra-se no universo dos grandes municípios brasileiros, a média salarial dos vereadores aumenta para R$ 1.700,00.

Ao falar dos recursos destinados a esse censo, Renan Calheiros explicou que 50% das despesas foram pagas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, enquanto o Senado despendeu a outra metade. Também disse que nem o IBGE dispunha até agora de um levantamento tão completo sobre as 5.564 câmaras de vereadores brasileiras.

SIGA-NOS NO Google News