Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 30 de Maio de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Cassilândia

Habilitação de frigoríficos aumenta em 46% capacidade de exportação de MS

Frigorífico em Cassilândia também foi habilitado

Campo Grande News - 12 de abril de 2024 - 06:40

Habilitação de frigoríficos aumenta em 46% capacidade de exportação de MS
Linha de produção de frigorífico de bovinos em MS (Foto: Arquivo/Semadesc)

A habilitação de seis frigoríficos de Mato Grosso do Sul para exportação de carne bovina para a China irá aumentar em 46% a capacidade de venda de carnes para o mercado internacional. É o que indica o secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária, Roberto Perosa.

Em coletiva na tarde desta quinta-feira (11), o titular da pasta explicou que a habilitação dos frigoríficos JSB (uma unidade em Naviraí e duas plantas em Campo Grande), Marfrig em Bataguassu, Prima Foods em Cassilândia e Boibras em São Gabriel do Oeste trarão um “incremento gigantesco” para a economia sul-mato-grossense. Até março, Mato Grosso do Sul tinha apenas três frigoríficos habilitados a exportarem carne bovina para a China. Agora conta com sete.

Antes, os frigoríficos de bovinos de Mato Grosso do Sul tinham potencial de exportar para a China um volume equivalente a no máximo 467 mil cabeças de gado por ano. Agora, são 2,3 milhões, acréscimo de mais de 1,8 milhão de cabeças.

“Mato Grosso do Sul tinha seu rebanho e seus frigoríficos sifados 11% de capacidade do que o abate fazia para ser exportado para a China, isso está passando para 57% [com as plantas habilitadas]”, detalha o secretário. Abate “sifado” corresponde ao abate que tem SIF (Serviço de Inspeção Federal) e vai para a exportação. "Vai gerar muitas divisas para o  Estado e vai mudar o perfil da pecuária em Mato Grosso do Sul, com certeza", completa.

Segundo ele, o Estado foi o que mais cresceu no ano e por isso foi o escolhido para realização do ato do primeiro embarque de carne para a China das plantas recém-habilitadas para exportar ao país asiático.

Ao todo, foram habilitadas 38 frigoríficos nacionais para a exportar carnes para a China. As novas plantas habilitadas trarão um incremento de R$ 10 bilhões na balança comercial brasileira no decorrer de um ano, conforme anunciado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária na tarde de hoje.

O secretário ainda destacou que a abertura de novos mercados é resultado do esforço do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB). “Além do trabalho técnico e as negociações comerciais, um fator primordial foi a entrada de cena diretamente tanto do presidente como vice para que esses resultados possam ser alcançados”, finalizou Roberto.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanha, nesta sexta-feira (12/4), em Campo Grande (MS), a finalização do primeiro lote para embarque de carne para o país asiático a partir das plantas recém-habilitadas. A carne será despachada a partir de um frigorífico da JBS de Campo Grande, localizada na Rodovia BR-060, saída para Sidrolândia. Lula estará acompanhado do ministro Carlos Fávaro (Agricultura e Pecuária). O evento será a partir das 10h (horário local).

SIGA-NOS NO Google News