Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 21 de Fevereiro de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Cassilândia

Com 3,6 mil pessoas picadas, vigilância faz alerta para evitar escorpiões

Veja como afastar animais peçonhentos e o que fazer em caso de ataques

Campo Grande News - 27 de novembro de 2023 - 14:00

Com 3,6 mil pessoas picadas, vigilância faz alerta para evitar escorpiões

Entre janeiro e outubro, Mato Grosso do Sul registrou 3.623 ataques de escorpiões, sendo 311 no último mês, conforme dados levantados pelo Ciatox (Centro de Informações e Assistência Toxicológica) e a SES (Secretaria de Estado de Saúde). O clima quente e úmido favorece a reprodução desses animais, além de aranhas e cobras.

Campo Grande lidera o ranking das cidades com mais notificações em 2023, com 901 casos, seguida de Três Lagoas com 554 ocorrências e Paranaíba com 189. O coordenador de Vigilância em Saúde Ambiental e Toxicológica do Ciatox, Karyston Adriel Machado da Costa, alerta para alguns cuidados nesta época do ano.

“Neste período de alta temperatura e reprodução das espécies, ocorre com maior frequência em nosso Estado. Para tanto, é importante tomar algumas medidas de prevenção, como manter os terrenos sempre limpos, manter ralos de banheiro, pia de cozinha, lavanderias bem fechados, sempre manter limpas as caixas de gordura, evitando assim a presença de insetos, que servem de alimentos para algumas espécies de animais peçonhentos, principalmente os escorpiões.”

Prevenção - Os especialistas orientam a não colocar as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, entre espaços situados em montes de lenha ou pedras. Caso seja necessário mexer nestes locais, é sugerido o uso de um pedaço de madeira, enxada, etc.

Inspecione roupas, calçados, toalhas de banho e de rosto, roupas de cama, panos de chão e tapetes antes de usá-los; afaste camas e berços das paredes e evite pendurar roupas fora dos armários. Não deixe que lençóis ou cobertores, sobre as camas e berços, encostem-se no chão. Escorpiões e aranhas podem utilizá-los como apoio e se abrigar entre esses tecidos e travesseiros.

Nivele as frestas das calçadas, pisos, paredes e portas; coloque uma barreira de proteção na parte inferior das portas; mantenha os domicílios e depósitos livres de insetos e roedores e deixe as lixeiras sempre tampadas e com sacos plásticos.

O que fazer - Em caso de picada de escorpião ou qualquer outro animal peçonhento, a pessoa deve higienizar o local com água e sabão e procurar uma unidade de saúde o mais rápido possível para receber o atendimento adequado. Os sintomas podem ir de dor local e dormência a salivação, vômito, fraqueza, convulsões, batimentos do coração lentos, dificuldade respiratória e choque.

Quem encontrar um animal peçonhento deve colocá-lo em um recipiente fechado e procurar atendimento do Civitox pelos telefones 0800 722 6001, (67) 3386-8655 ou 150.

SIGA-NOS NO Google News