Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/08/2004 08:42

Zoneamento agrícola chega ao milho de MS

Mapa Imprensa

Para minimizar perdas decorrentes de adversidades climáticas na produção de milho não irrigado em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio Janeiro, a Comissão Especial de Recursos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aprovou o Zoneamento Agrícola para esses estados. As medidas foram publicadas hoje (09/08), no “Diário Oficial da União”. As Portarias nº 28, 29 e 32 estabelecem condições para reduzir riscos ao plantio da cultura nos estados, ao determinar os tipos de solos, condições climáticas, localidades e épocas mais apropriados para o plantio da cultura nesses estados.

A medida faz parte do projeto “Redução de Riscos Climáticos na Agricultura”, que procura oferecer soluções tecnológicas para a competitividade do agronegócio brasileiro ao reduzir os riscos climáticos na agricultura e orientar o crédito e o seguro agrícola no país. A lista completa de municípios, de cada um dos estados indicados para o plantio, assim como as épocas e condições mais adequadas, estão no anexo da portaria no “Diário Oficial da União”, disponível em www.agricultura.gov.br , na seção “Legislação”.

Incentivo – Desde que foi criado, em 1996, o Zoneamento Agrícola faz parte das diretrizes do Programa Nacional de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), um seguro instituído para cobrir as operações de crédito rural de custeio em casos de ocorrência de fenômenos naturais. Além disso, o Proagro garante a indenização de recursos próprios utilizados pelo produtor em custeio rural, quando ocorrem perdas por essa razão.

O secretário-executivo da CER, Luiz Antônio Rossetti, destaca a importância do zoneamento agrícola junto ao Proagro. “Hoje, nenhum banco ou instituição financeira aprova recursos para produtores que não seguirem as recomendações do zoneamento agrícola”, diz. Desde 1996, o zoneamento agrícola tem se expandido em diversas culturas e em todas as regiões do país, reduzindo as perdas na agricultura de 15% para 1,3%, segundo dados recentes da comissão. “Quer dizer, praticamente não há mais perdas”.

A modernização do Proagro, por meio do Zoneamento Agrícola, permitiu a redução das indenizações por efeitos climáticos, a inibição de fraudes, além da diminuição de aportes de recursos do Tesouro Nacional da ordem de R$ 150 milhões por ano em função de uma melhoria na correlação entre receitas e despesas desse instrumento de política agrícola.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)