Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Março de 2017

Últimas Notícias

30/05/2015 08:08

Zika é a quarta doença transmitida pelo mesmo mosquito da dengue

Ricardo Campos Jr.,Campo Grande News

Identificada no Brasil no fim de abril e ainda desconhecida pela maior parte da população, a Zika é a quarta doença que pode ser transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, sendo as demais: dengue, febre amarela e chikungunya. Mais de 500 pessoas foram infectadas pelo vírus na região nordeste e recentemente foi descoberto um caso em São Paulo.

 

Para o médico infectologista Rivaldo Venâncio, é uma questão de tempo até começarem as notificações em Mato Grosso do Sul.

“Em uma escala de um a cem, eu diria que há 99,99% de chances de esse vírus chegar ao estado, porque onde tem Aedes, pode ter Zika e hoje, com os meios de transporte facilitados, é praticamente impossível que a doença não se espalhe”, afirma.

Pelas ruas da cidade, poucos conhecem a doença e acham graça do nome dado ao vírus. “Agora deu ‘zica’ mesmo”, disse o comerciante Edimilson Bao, 50 anos. “Para mim é relaxismo das pessoas, que deveriam ter capricho, mas não cuidam do quintal. Não adianta nada eu limpar o meu, se meu vizinho não faz o mesmo”.

“Eu acho que o nome dessa doença está mais para apelido. Agora tem que esperar para ver qual é a próxima doença que o Aedes vai transmitir, porque mosquito, aqui na cidade, é o que não falta”, diz o motorista Rogério da Silva, 43 anos.

Marcelo Taveira, 35 anos, também considerou engraçada a nomenclatura e concorda que, dado o descuido da população, logo veremos os primeiros casos na cidade. “Infelizmente o povo é relaxado”, diz.

Zika é o nome da floresta na Uganda onde o vírus foi identificado pela primeira vez, em macacos. O primeiro caso em humanos foi descoberto em 1968 e até 2007 não havia casos fora da África.

Efeitos – Venâncio explica que a maioria dos sintomas da Zika é semelhante aos da dengue, como febre e dores no corpo. Também pode ocasionar irritação acompanhada por dores nos olhos, manchas vermelhas, inchaço nas mãos e nos pés, além de perda de sensibilidade transitória.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Março de 2017
Quinta, 23 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Março de 2017
21:53
Cassilândia
20:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)