Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/06/2007 06:39

Xeque-Mate: Acusado promete contar o que sabe à PF

Graciliano Rocha/Campo Grande News

Andrei Cunha, apontado como gerente de Nilton Cézar Servo, aceitou beneficio da delação premiada. Ele esta preso desde segunda-feira na superintendência da Polícia Federal. A Operação Xeque-Mate, desencadeada na segunda-feira, levou a prisão de 79 pessoas acusadas de envolvimento com a máfia dos jogos de azar e outros crimes.

Cunha gerenciava a casa localizada no bairro Carandá Bosque, em Campo Grande, onde foram apreendidos, na quarta-feira, 17 máquinas caça-níqueis pertencentes a Servo.

A informação sobre o acordo foi confirmada pelo advogado Marcelo Dib, que defende Cunha das acusações sobre seu envolvimento no esquema, mas ele não detalhou quais os termos do benefício. Dib também defende outros dois presos pela operação Xeque-Mate: os irmãos João Alex Monteiro Catan, conhecido como Johnny Catan, e Antônio Celso Monteiro Catan.

O advogado Johnny Catan aparece na investigação como sócio de Servo no negócio de caça-níqueis. Haveria menção a valores nas conversas telefônicas entre Johnny e Servo, obtidas pela Polícia Federal.

No depoimento à PF, ele negou a suposta sociedade com Servo. Catan disse que defendeu Servo em ações judiciais "no período eleitoral". Servo, que já foi deputado estadual no Paraná, disputou uma cadeira na Câmara dos Deputados pelo PSB de Mato Grosso do Sul em 2006.

Sobre os valores mencionados nos telefonemas, Dib afirmou que se tratava de "cobrança de honorários advocatícios". "Ele tentava insistentemente receber os honorários", disse o advogado.

Segundo ele, em apenas uma das conversas telefônicas o tema não era o "pagamento de honorários". Nesta ligação, Servo "cobra" Johnny Catan pelo comportamento do irmão Celso. O advogado não detalhou a razão da irritação. Celso Catan também é apontado pela investigação como gerente do esquema.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)