Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/06/2015 21:53

Votação do projeto da desoneração é concluída com poucas alterações

Agência Brasil

O plenário da Câmara dos Deputados concluiu, há pouco, a votação do projeto de lei do Executivo que muda as regras da desoneração de 56 setores da economia. Poucas alterações foram feitas na votação das emendas e destaques que pretendiam modificar o texto apresentado pelo relator, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), aprovado na madrugada de hoje. O projeto será agora encaminhado à apreciação do Senado.

Segundo o líder do governo, José Guimarães (PT-CE), a aprovação do projeto foi uma “vitória extraordinária”, com a aprovação de 90% do projeto que veio do governo. Guimarães informou que ainda não dá para saber o impacto para a arrecadação com as modificações feitas no projeto.

Na votação das emendas e destaques, os deputados promoveram duas modificações ao texto de Picciani. A primeira foi com a aprovação de emenda que modifica o projeto para incluir o setor de confecções na lista dos que terão tratamento diferenciado. A emenda aprovada por 211 votos a favor e 160 contra estabelece que a alíquota sobre a receita bruta do setor de confecções passará de 1% para 1,5%.

O outro dispositivo aprovado foi o destaque que retirou do texto dispositivo que impedia empresas de bebidas instaladas na Zona Franca de Manaus de usar créditos tributários obtidos com a produção de refrigerantes, águas e energéticos para a redução de tributos a pagar em outros estados referentes a outras bebidas. O destaque foi aprovado por 212 votos contra 169.

O relator também comemorou a aprovação do projeto. Segundo Picciani, o governo pretendia arrecadar com as medidas constantes no texto cerca de R$ 12,5 bilhões e, com as modificações feitas na Câmara, a arrecadação ficará acima dos R$ 10 bilhões, mesmo com as modificações na tributação do setor de confecções.

Todos os outros dispositivos que pretendiam modificar o texto-base foram rejeitados pelo plenário.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)