Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

26/06/2008 14:15

Votação de projeto que muda divisa com Goiás é adiada

Ângela Kempfer - Campo Grande News

A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional da Câmara federal, retirou da pauta de votação o Projeto de Lei que estabelece novos limites na divida de Mato Grosso do Sul com Goiás.

Agora uma definição sobre o assunto ficará para depois do recesso parlamentar. Os dois estados disputam uma área de 16 mil hectares, que rende tributos relativos a produção de soja e algodão.

A revisão de limites é defendida por Goiás, que reivindica a região como área originalmente goiana. O motivo da disputa, na verdade, é o fato de hoje os impostos referentes a essa parte do território são arrecadados pela receita sul-mato-grossense.

O projeto de lei é de autoria do deputado federal Leandro Vilela (PMDB-GO), e estabelece regras a demarcação.

A discussão é antiga, começou com a criação de Mato Grosso do Sul em 77.

Em entrevista ao site UOL, o deputado citou um tratado de 27 de agosto de 1973, o qual estabelece que a divisa entre então o antigo Mato Grosso e Goiás seguiria, em linha reta, da nascente do rio Aporé até a nascente do rio Araguaia, pela Serra do Caipó. "Ocorre que não existe serra entre as duas nascentes, tornando imensamente difícil estabelecer a divisa", disse ao site.

Caso a proposta seja aprovada, Mato Grosso do Sul perderia boa parte da área de lavoura, ficando com uma parte do Parque Nacional das Emas.

A bancada sul-mato-grossense já entrou na briga contra o projeto. Entre os argumentos está um acordo entre os governadores dos dois estados, firmado em 1987 que determinou a divisa da forma como é atualmente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Novembro de 2017
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)