Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/08/2004 16:00

Vôlei de praia: brasileiras já conhecem adversárias

Comitê Olímpico Brasileiro

ATENAS - Em sua segunda final olímpica consecutiva, Adriana Behar e Shelda atribuem às americanas Walsh e May o favoritismo para a partida decisiva do vôlei de praia dos Jogos de Atenas, na terça-feira, dia 24, às 21 horas. "Elas estão em um momento melhor. Só estão atrás da gente no ranking mundial porque não disputaram algumas etapas do circuito", comentou Shelda.

Numa comparação com a final de Sydney, Shelda lembrou que, daquela vez, as brasileiras eram as favoritas diante das australianas. Mas prefere não pensar naquela situação. "Aquilo foi um outro momento. Se os deuses estiverem a nosso favor, vamos ganhar. As coisas têm mesmo que conspirar a nosso favor", ressaltou a jogadora.

Feliz da vida com a vitória sobre Cook e Sanderson pelas semifinais, Shelda não quis exager nas comemorações. "Nada acabou ainda", comentou. Ela considerou o jogo desta segunda-feira ainda mais difícil que o da véspera, diante de Sandra e Ana Paula. "E o de amanhã será mais difícil ainda", prevê. "É mais uma final olímpica. Vamos fazer o máximo para ganhar".

Já Adriana Behar disse que nunca se sentiu favorita, mesmo em Sydney. "Aqui, chegamos sabendo que seria difícil. Mas estamos na luta", disse. Experiente, a brasileira se mostra tranqüila para a decisão do ouro. "A vontade é sempre de ganhar. Mas não vou desvalorizar tudo o que conquistamos nesses 9 anos", comentou. Ela encara os Jogos Olímpicos como mais um campeonato. "Não posso sair daqui pensando que vou para o céu ou para o inferno", explicou.

Sobre a vitória diante das australianas Cook - que derrotou as brasileiras na final de Sydney - e Sanderson, Adriana Behar dedicou elogios à companheira. "A Shelda foi muito bem no saque e fez defesas em momentos decisivos", comentou. Ela acha que se saiu bem na recepção e na virada de bola. "Só não fui bem no saque e tempo de bloqueio", declarou, lembrando que as australianas sacaram nela o tempo todo.

Graças a isso, Adriana Behar marcou 23 pontos de ataque, contra sete da parceira. Shelda, contudo, foi a única em quadra a conseguir pontos direto de saque - fez dois aces. A dupla ainda recebeu um incentivo a mais para a final. Ricardo e Emanuel, que estão na briga pela final olímpica, aplaudiram e parabenizaram as brasileiras pela atuação nesta segunda-feira.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)