Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/05/2009 10:35

Vítima de bomba caseira não suporta ferimentos e morre

Lairce Campos/24horasnews

Morreu na noite de quarta-feira, em Goiânia, Luiz Fernando de Lima, o funcionário de uma loja de materiais elétrico, a MegaLight, que foi atingido pela explosão de uma bomba supostamente caseira. O barra-garcense foi transferido na última terça-feira para Goiânia. A explosão do artefato aconteceu na última terça-feira, por volta das 11 horas, quando um mototaxista, entregou uma encomenda lacrada com o timbre de Sedex, modalidade correspondência, endereçado para o proprietário da loja.

O pacote foi entregue a pedido de um homem hospedado em um hotel na cidade. Ele solicitou o envio da encomenda ao proprietário da loja de materiais, que, segundo o major Wlamir Luiz da Gama, do Batalhão da PM em Barra do Garças, já tinha sido vítima de outro atentado neste ano.

A origem da encomenda foi rastreada graças ao depoimento do mototaxista, que foi identificado e encontrado pela Polícia Militar. A Polícia Civil ainda não liberou o retrato-falado do suspeito pelo envio da bomba a partir do relato dos funcionários do hotel no qual ele se hospedou. O homem estava acompanhado por uma mulher, mas não se registrou.

A explosão foi forte. Parte do teto do estabelecimento comercial cedeu. Os estilhaços da bomba deceperam a mão direita do rapaz e e ele ainda teve queimaduras de terceiro grau, desfigurando totalmente o rosto.

A família está aguardando o translado do corpo para que o velório possa ser realizado, na cidade de Barra do Garças.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)