Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/02/2016 11:30

Vírus da zika consegue se esconder do sistema imune, sugere pesquisa

EPharma Notícias

O vírus da zika pode se hospedar em partes do corpo humano que são protegidas da atuação do sistema imunológico, o que torna mais difícil o combate ao patógeno e possivelmente aumenta a janela de tempo durante a qual ele pode ser transmitido, afirmaram especialistas norte-americanos nesta sexta-feira (12).

Cientistas informaram que o Zika vírus pode ser detectado no sêmen até 62 dias depois da infecção da pessoa, aumentando as evidências da presença do vírus no tecido cerebral de fetos, na placenta e no fluido amniótico. O trabalho dos pesquisadores é parte de uma corrida internacional para entender os riscos associados ao vírus, que está sendo rapidamente espalhado pelo mosquito Aedes aegypti e pode estar ligado a milhares de caso de microcefalia no Brasil.

"Até agora, sabemos que ele fica muito pouco tempo no sangue, de uma semana a dez dias. Já sabemos também, depois de acumular mais um pouco de experiência, que ele pode ser encontrado no líquido seminal. Não temos certeza sobre o período pós-infecção, onde mais o vírus pode se alojar", afirmou o Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA.

"Essas são coisas que precisam ser examinadas cuidadosamente em história natural e estudos de caso-controle", disse.

Fauci afirmou que a persistência do Zika em permanecer no corpo humano remonta aos casos de epidemia de ebola em 2014, a pior já registrada. Em alguns pacientes, o vírus altamente letal permaneceu por meses no sêmen e no fluido dos olhos.

O Zika causa sintomas moderados e, na maioria das vezes, não provoca doenças. Mas suspeita-se que ele esteja ligado à microcefalia e ao distúrbio neurológico síndrome de Guillain-Barré, o que causou alerta em autoridades de saúde, embora tais associações ainda precisem ser provadas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou emergência médica global no dia 1º de fevereiro em decorrência da disseminação do Zika.

Vários órgãos, incluindo testículos, olhos, placenta e o cérebro são são relativamente protegidos de ataques realizados pelo sistema imunológico para neutralizar invasores externos no organismo. Nesses locais o ataque do sistema imunológico a tecidos vitais é freado. Se o vírus entrar nessas partes do corpo, é muito mais difícil combatê-lo.

"O vírus pode persistir e/ou se multiplicar", disse o Dr. William Schaffner, um especialista em infectologia do Centro Médico da Universidade Vanderbilt , em Nashville. Fauci afirmou que não é surpresa que o Zika sobreviva no sêmen. Já há duas suspeitas de contágio por transmissão sexual. Ainda não se sabe, contudo, por quanto tempo ele possa ficar lá.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)