Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/03/2005 11:02

Vigilância vai cadastrar entrada de cana-de-açúcar em MS

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Sob coordenação da vigilância sanitária estadual, as vigilâncias municipais devem fazer trabalho de orientação junto aos garapeiros e monitorar a entrada de cana-de-açúcar nas cidades e em Mato Grosso do Sul. A comunicação para que as estruturas municipais se mobilizem está sendo feita hoje, segundo o coordenador estadual de Vigilância Santiária, Márcio Toledo.
A ação é motivada pelo casos de contaminação e morte de pessoas por doença de chagas em Santa Catarina, após consumirem caldo de cana. A questão, segundo Toledo, é inusitada e reflete mudanças no ecossistema.
O habitat natural do mosquito transmissor da doença, o barbeiro, são casas de palhoça e pau a pique, mas com o desmatamento, por questão de sobrevivência, esses insetos buscam outras alternativas, como é o caso dos canaviais.
A princípio não há previsão de proibição de venda de garapa em Mato Grosso do Sul. O que deve ser feito é uma campanha de orientação, atentando esses comerciantes para condições higiênicas e sanitárias de produção, tomando cuidado para que a matéria-prima não seja esmagada com o inseto ou mesmo resquícios de fezes de animais. Também será feito mapeamento sobre a procedência da cana-de-açúcar, o que Toledo não acredita ser difícil considerando que o número de fornecedores é mais concentrado que o de vendedores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)