Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/07/2004 15:13

Vigilância eletrônica em escolas poderá ser obrigatória

Agência Câmara

O Projeto de Lei 3773/04, do deputado Carlos Nader (PFL-RJ), obriga o uso de sistema de vigilância eletrônica nas escolas públicas que mantenham sob seus cuidados mais de 150 alunos. De acordo com o projeto, as dependências das escolas de ensino fundamental e médio devem ser monitoradas por sistema de vigilância eletrônica, em complemento a outras medidas preventivas a serem adotadas. Já os portões de acesso, pelos quais os alunos e seus responsáveis transitam normalmente, obrigatoriamente deverão ser monitorados durante o horário normal das aulas.
A proposta estabelece que as secretarias de Educação ficarão responsáveis, no prazo de 180 dias, pela elaboração de normas, procedimentos, planejamento e controle do sistema, para implantação e manutenção nos estabelecimentos públicos.

Busca por soluções
O autor da matéria ressalta que "a segurança deve ser uma preocupação comum a todos os membros da comunidade educativa, do pessoal docente e não-docente, alunos, pais, encarregados de educação e representantes autárquicos".
De acordo com o parlamentar, a simples instalação de catracas eletrônicas possibilita o controle e a restrição do acesso de pessoas, conforme os interesses e critérios do corpo docente. Isso reduz em mais de 50% as faltas dos alunos, assegura Nader, além de diminuir o número de incidentes, roubos e agressões dentro das escolas públicas.
O deputado destaca ainda que o objetivo do projeto é ajudar os órgãos de gestão dos estabelecimentos de educação e de ensino a encontrar, em cada escola, soluções apropriadas à resolução dos problemas de segurança de pessoas e bens.

Tramitação
A matéria, que tramita em caráter conclusivo, está na Comissão de Educação e Cultura, onde aguarda a designação de um relator. A proposta será também apreciada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem - Claudia Lisboa
Edição - Simone Ravazzolli

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)