Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/03/2014 08:02

Vereadores julgam o prefeito Bernal acusado de crimes contra a administração

Sessão desta quarta poderá levar à cassação do mandato; oposição sofre pressão por Pedro Chaves

Correio do Estado

A Câmara Municipal de Campo Grande decide hoje, a partir das 14h, o destino do prefeito Alcides Bernal (PP), acusado de praticar crimes contra a administração pública. À véspera da sessão de julgamento do pedido de cassação do mandato, o clima é de guerra nos bastidores, segundo reportagem na edição desta quarta-feira (12) do jornal Correio do Estado.

Vereadores da oposição estão sendo pressionados pelo secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, professor Pedro Chaves, a votarem contra o afastamento do prefeito em troca de vantagens. Não importa o “custo político” para livrar Bernal da cassação. O prefeito está disposto a abrir as portas do Executivo para atender as reivindicações dos vereadores.

Bernal usou de todas as manobras para impedir o julgamento. Ele vinha se escondendo do Oficial de Justiça para não ser notificado da sessão de hoje. Mas acabou surpreendido com a presença do Oficial de Justiça no saguão do Aeroporto Internacional de Campo Grande, na noite de segunda-feira (10), para intimá-lo. Ele recusou assinar o documento. Mesmo assim, o Oficial de Justiça o considerou por intimado.

Rito
Mesmo com a suspensão do julgamento, no ano passado, segundo o presidente da Casa de Leis, Mario Cesar (PMDB), o rito deve será feito desde o início. Os vereadores tinham a opção de continuar de onde havia parado, leitura do relatório da comissão, mas decidiram repetir tudo para não haver questionamentos. Desta forma, às 14h de hoje, a Mesa Diretora lerá a denúncia, em seguida o relatório final da CP que contém 104 páginas. Ao término da leitura cada vereador disporá de 15 minutos para explanar sobre o assunto, mas o legislador não é obrigado a se pronunciar.

Depois é a vez e o denunciado, no caso o prefeito, fazer defesa. Para isso terá duas horas e pode não ocupar o tempo inteiro. Segundo o líder de Bernal na Câmara, Marcos Alex (PT), Bernal pretende ir à sessão. No entanto, como não compareceu a nenhum depoimento durante os trabalhos da processante, pode repetir a ausência e mandar o advogado Jesus de Oliveira Sobrinho em seu lugar, como fez em todas as ocasiões que precisou ir à Casa e Leis durante a apuração das denúncias.

A reportagem é de Adilson Trindade e Jéssica Benitez.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)