Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/06/2007 20:00

Vereador de São Gabriel é alvo de ação por improbidade

Humberto Marques/Campo Grande News

Os promotores de Justiça Alexandre Magno Benites Lacerda, Adriano Lobo Vieira de Rezende, Luiz Antonio Freitas de Almeida e Cláudio Rogério Gomes propuseram nesta quinta-feira (31 de maio) ação civil pública contra o vereador Genildo Mendes Gomes (PT), afastado da Câmara dos Vereadores daquele município após ser flagrado recebendo R$ 20 mil da vereadora Maria Marilene Zatti (PMDB), então presidente daquela Casa de Leis. Ela alegou que o vereador exigiu o dinheiro para encerrar uma série de denúncias contra a parlamentar – acusada de receber os salários da Rede Municipal de Ensino embora tenha sido cedida para o Conselho de Desenvolvimento da Região Norte.

Os promotores acusam o vereador por violar por três vezes o artigo 9° da lei de improbidade administrativa (enriquecimento ilícito) e cinco vezes o artigo 11° (violação dos princípios constitucionais da moralidade à instituição que representa). Os atos exatos de irregularidade contra Mendes não foram informados devido ao fato do processo correr em segredo de Justiça.

O MPE pede, ainda, o afastamento do vereador por mais 150 dias. Ele já está sob afastamento de 30 dias, decretado pela Justiça. O promotor Alexandre Lacerda, de São Gabriel do Oeste, ainda denunciou criminalmente Genildo Mendes por concussão (extorsão praticada por funcionário público). O flagrante do recebimento de dinheiro de Maria Zatti foi feito em 11 de maio, durante ação do Ministério Público e do Unicoc na Câmara do município.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)