Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/10/2005 13:43

Verba para indenizar gado saírá de fundo estadual

Famasul

O dinheiro para indenizar os produtores, com animais sacrificados por causa da aftosa, deve sair, ao menos num primeiro momento, de caixa de fundo estadual, apesar da promessa do Governo federal de liberação imediata dos recursos. Por conta dos empecilhos burocráticos para a disponibilização dos recursos federais, a verba emergencial para as indenizações deverá ser do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa). A liberação do dinheiro do fundo deve ter início ainda neste mês. A informação é do superintende Federal de Agricultura de Mato Grosso do Sul, José Antônio Felício, que é membro do conselho deliberativo do Fesa. O fundo tem hoje R$ 5,023 milhões em seu caixa.

A preocupação de Felício quanto à demora para disponibilização dos recursos federais fundamenta-se na experiência de Jóia (RS), município que registrou os últimos focos de aftosa antes da explosão das atuais ocorrências. Em 2000, foram confirmados 22 focos na cidade gaúcha, resultando em prejuízo de US$ 3,24 milhões. Segundo o superintendente, os produtores de Jóia só foram indenizados após seis meses do comunicado do Governo sobre a liberação dos recursos. “Como garantia, devemos usar o dinheiro do Fesa”, afirma.

Osvaldo Júnior

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)