Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/02/2005 14:28

Venda de remédios similares poderá ser proibida

Agência Câmara

O Projeto de Lei 4773/05, apresentado à Câmara pelo deputado Alberto Fraga (PTB-DF), proíbe a produção, a venda e a importação de medicamentos similares. O problema, de acordo com o parlamentar, é com a falta de qualidade do produto. "Os medicamentos similares podem ser classificados como uma exceção perversa aos consumidores, uma vez que, competindo em preço, são produtos de qualidade duvidosa e que não são submetidos aos rigorosos testes pelos quais passam os genéricos", explica.
A proposta estabelece o prazo de um ano para os produtores de remédios similares transformarem seus produtos em genéricos. Os fabricantes que desobedecerem à proibição estariam sujeitos à multa ou punição aplicadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Controle de qualidade
O medicamento similar deve possuir o mesmo princípio ativo, a mesma concentração, fórmula farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica do produto de marca. A Anvisa determinou que, até 2009, todos os similares sejam submetidos ao teste de equivalência farmacêutica, que serve para comprovar em laboratório se a cópia tem as mesmas características do medicamento de referência. Até 2014, todos os similares deverão ter passado também pelo teste de biodisponibilidade relativa, realizado em seres humanos para demonstrar sua qualidade em relação ao produto de referência do qual é copiado. Esses exames já são exigidos para os medicamentos genéricos.
Em dezembro do ano passado, a Anvisa cancelou o registro de 130 medicamentos similares de alto risco sanitário, destinados ao tratamento de doenças como asma, hipertensão, epilepsia, problemas cardíacos e distúrbios psiquiátricos. A fabricação e a distribuição foi proibida porque os fabricantes deveriam ter apresentado testes de biodisponibilidade relativa para essa categoria de remédios.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)