Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/05/2007 11:13

Venda de remédio controlado muda em 2008, alerta Anvisa

Aline dos Santos/Campo Grande News


As farmácias de Mato Grosso do Sul terão que adotar nova regra para venda de medicamento controlado (tarja preta) até o dia 2 de maio de 2008. De acordo com o diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Dirceu Raposo de Mello, todos os estabelecimentos terão que estar cadastrados no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produto. Após a venda, os dados da receita médica, que antes era apenas retida, serão repassados a um sistema informatizado. “Vamos poder monitorar as farmácias em tempo real. O controle será mais ágil”, afirmou Mello em entrevista ao jornal Bom Dia MS, da TV Morena.

Em alguns Estados, o período para o cadastramento termina em outubro. O prazo é menor para as farmácias que manipulam medicamentos: seis meses, a partir de maio, em todo o Brasil. Um levantamento da ONU (Organização das Nações Unidas) apontou que o país é campeão mundial no consumo de medicamento controlado. Melo admite que a implantação do sistema é tardia. “Tínhamos que definir a linguagem e preparar a equipe para receber as informações”, justifica.

Fracionado – “O interesse comercial se sobrepõe à saúde”. Para o presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, esta é a lógica que impede as farmácias de optarem pela venda de medicamento fracionado.

Segundo ele, são mais de 150 produtos que podem ser vendidos de forma fracionada ao consumidor. “Há um projeto de lei para obrigar as indústrias a produzir e as farmácias a vender o medicamento fracionado”. O projeto foi enviado pelo presidente Lula (PT) ao Congresso em maio de 2006. Mello participa do V Fórum Regional de Vigilância Sanitária, realizado em Campo Grande.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)