Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/03/2006 08:24

Venda de pão por peso é mais justa , diz Jornada

Norma Nery/ABr

A comercialização do pão francês por peso é mais justa para o consumidor, que vai pagar pelo que leva, e para o comerciante, que vai receber a remuneração adequada. Essa é a avaliação do presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Certificação da Qualidade (Inmetro), João Jornada. O instituto abriu consulta pública de 60 dias sobre a questão e pode rever a portaria 003/97 que regulamenta a venda de pão no país.

"Para o consumidor não vai mudar nada na forma de comprar o pão. Ele vai comprar do mesmo jeito, só que lê vai pagar pelo peso que ele está levando", diz Jornada. "Muitas vezes o fabricante pode colocar mais fermento, então ele fica maior, mas fica menos denso. Dá a impressão que é um pão grande, mas o peso dele é pequeno. O consumidor fica mais fácil de ser enganado com essa modalidade de tamanho de unidade", explicou.

Para o presidente da Associação das Indústrias de Panificação do Estado do Rio de Janeiro, Antonio José Borges da Costa, a preferência pelo peso vai garantir a boa qualidade do produto. Ele disse que padarias informais e até algumas formais, vendem o pão mais barato, mas não respeitam os pesos determinados pela portaria do Inmetro.

"Então, quem trabalha dentro da lei, com 50g e 100g, acaba sendo prejudicado. O freguês, menos avisado, leva um pão cheio de química, um pão grande mas leve. Pensa que o pão tem 50 g mas não tem. E acaba discriminando uma padaria que trabalha dentro da lei, mas também cobra o peso dessas 50g", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)