Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/08/2006 15:59

Venda de materiais de construção tem nova alta

O faturamento nas vendas de materiais de construção em julho foi 4,43% superior ao registrado em junho, e esteve 8,12% acima do registrado no mesmo mês de 2005. Os dados são da Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção), e ajudaram a melhorar o índice anual, que agora é 3,15% maior do atingido no mesmo período de 2005, em valores nominais. Já o faturamento total teve um crescimento mais tímido em relação a junho: 0,55%, com um acumulado do ano negativo em 5,75%, para um faturamento nominal de -0,72%.

As porcentagens negativas devem-se ao desempenho negativo nas exportações: a construção civil apresentou, em julho, queda de 28,68% nesse item, quando comparado aos índices de junho. O acumulado do ano continua abaixo do atingido em 2005 – sendo 29,79% menor.

Os indicadores mostram tendência a um valor constante para o faturamento total nos últimos três meses. Porém, a direção da Abramat acredita que os percentuais terão crescimento nos próximos meses, em especial no mercado interno. O desempenho aguardado é atribuído à redução nos tributos da cesta básica da construção civil, aplicado pela União no primeiro semestre; e no aumento do crédito para o setor.

Básico x acabamento – O nicho de venda para os materiais básicos apresentaram desempenho superior ao dos materiais de acabamento, com crescimento total de 0,81% nos valores nominais de faturamento. No mercado interno, o crescimento foi de 5,61% em relação a junho, e de 9,82% quando comparado a julho do ano passado. O acumulado do ano já é 2,76% superior ao mesmo período de 2005. Já no mercado externo, a queda de faturamento chegou a 36,74%, quando comparada a junho. No ano, a média de faturamento é 35,98% inferior aos sete primeiros meses do ano passado.

Os materiais de acabamento registraram queda de 0,23% em valores nominais no mercado interno, no comparativo junho/julho. Ainda assim, o acumulado do ano é 4,79% superior ao do ano anterior, estando 0,45% abaixo em valores deflacionados. Para o mercado externo, a diferença é negativa em 1,84%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)