Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/06/2004 19:26

Vence prazo para alegações em processo demarcatório

Jacqueline Lopes / Campo Grande News

Na quarta-feira vence o prazo para as alegações finais do processo demarcatório da reserva Buriti - em Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti. O juiz federal Odilon de Oliveira disse há pouco que a sentença deverá ser divulgada até o mês de agosto. “São muitos laudos para examinar”, disse.
São 4 mil páginas e entre o documento os três laudos antropológicos. Dois deles constatam que os 18 mil hectares os quais fazem parte 32 propriedades rurais são indígenas. Estes foram feitos a pedido da Funai e depois do MPF. O outro laudo, feito sob encomenda dos ruralistas, aponta que não há dados suficientes para que seja feita demarcação.
Como o processo envolve impasse na questão fundiária, o juiz acredita que uma das partes que sentir-se prejudicada (índios ou fazendeiros) deverá recorrer na decisão.
No dia 11 de maio, na Justiça Federal, testemunhas sobre o processo demarcatório da reserva Buriti participaram de audiência com o juiz, na sede da Justiça Federal, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. Índios, fazendeiros, representantes da Funai (Fundação Nacional do Índio) e do MPF(Ministério Público Federal) estiveram no local. Foram pedidos mais 45 dias para a análise do processo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)