Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/08/2005 10:24

Valério pagou mais ao PT do que o declarado, diz CPI

Malu Prado / Campo Grande News

Há diferença de R$ 3 milhões entre a quantia sacada dos bancos BMG e Rural por Marcos Valério, publicitário acusado de ser o operador "mensalão", e o valor usado para abastecer contas de partidos e deputados ligados ao governo e ao PT. A informação publicada neste domingo pelo jornal O Globo aponta que a diferença foi encontrada por integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Correios.

Conforme a publicação, a CPI quer agora descobrir a origem do dinheiro. Em documento enviado ao Ministério Público, Valério declara ter feito empréstimos no total de R$ 55,217 milhões, mas diz ter pago aos políticos R$ 55,691 milhões. Ficaria faltando na conta R$ 474 mil. Para pagar um débito, o empresário teria usado parte do empréstimo de R$ 3,516 milhões feito no BMG por sua empresa de publicidade SMP&B no dia 14 de julho de 2004. A CPI concluiu que Valério teria disponível R$ 52,949 milhões, provenientes de empréstimos bancários, para distribuir a políticos. O empresário afirma ter feito pagamento de R$ 55,691 milhões, o que representaria uma diferença de quase R$ 3 milhões.

A CPI deve rastrear a origem do dinheiro usado para pagar os políticos e o publicitário Duda Mendonça, responsável pela campanha eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo o jornal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)