Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/08/2005 15:05

Valdemar diz que houve gestão conjunta de recursos

No início do seu depoimento na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Compra de Votos, o presidente do PL, ex-deputado Valdemar Costa Neto, comparou a aliança com o PT na eleição presidencial com um “casamento” e afirmou que não houve propriamente uma transferência de recursos, mas uma gestão conjunta dos recursos de campanha. Ele disse que se trata de um acordo perfeitamente normal. Para demonstrar que o acordo era público, mostrou reportagem publicada pela Folha de S.Paulo em junho de 2002 sobre a possibilidade de contribuição financeira do PT às campanhas do PL.
Valdemar reafirmou que recebeu R$ 6,5 milhões do PT (não R$ 10 milhões, como foi divulgado), afirmando que tem recibo de R$ 1,7 milhão. Ele disse que todos esses recursos foram gastos na campanha de Lula em São Paulo, no segundo turno, em razão do mau desempenho do candidato petista naquela cidade.
O presidente do PL reafirmou o que havia dito em entrevista à revista Época, que precisou do apoio financeiro do PT por causa da decisão do Tribunal Superior Eleitoral de “verticalizar” as coligações – ou seja, os partidos eram obrigados a repetir nos estados a aliança feita em nível federal. Diante disso, o PL ficaria sem condições de eleger muitos candidatos nos estados e perderia as verbas do Fundo Partidário, por não conseguir o mínimo necessário de votos (5% dos votos da Câmara dos Deputados).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)