Cassilândia, Domingo, 24 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

25/02/2008 07:57

Vai ser criada a Rede de Proteção à Mulher

Agência do Rádio

Governos estaduais, prefeituras e organizações não-governamentais vão poder apresentar projetos de atenção especializada à mulher vítima de violência doméstica e às mulheres presas. A informação é da ministra de Políticas para as Mulheres, Nilcéia Freire. Segundo ela, a estratégia faz parte do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. O pacto entre governo federal, estados e municípios vai ser lançado no dia 8 de março, como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher. Nilcéia Freire explica a importância do pacto.


"Nesse pacto, nós temos recursos de R$ 1 bilhão para, junto com estados e municípios, estabelecermos essas redes, consolidarmos essas redes de atenção especializada. Mas nós também estamos falando de campanhas educativas porque a violência contra a mulher é tão complexa que nenhum governo será capaz de eliminar a violência contra a mulher se a sociedade não estiver consciente."

A ministra ainda enfatizou que é importante a criação de juizados especializados na violência familiar e doméstica contra a mulher, para garantir às mulheres agredidas o acesso gratuito à Justiça. A partir do dia 25 deste mês, vão estar na página da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres os editais e as chamadas públicas para que os interessados apresentem seus projetos ao governo federal. O endereço é o www.presidencia.gov.br. Basta entrar no link "Atendimento à Mulher".

De Brasília, Leilane Alves

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)