Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/05/2014 13:01

Vacinação contra a gripe não atinge 50% do público alvo no Estado

Campo Grande News

Programada para ser encerrada na última sexta-feira (9) e prorrogada pela baixa cobertura, a campanha de imunização contra a Gripe A imunizou 47,18% da meta de 574,7 mil doses em Mato Grosso do Sul. A orientação do Ministério da Saúde é que as cidades só encerrem a campanha quando atingirem 80% da meta, mas na Capital a expectativa é que a ação termine amanhã (16).

Os dados do Sistema de Informação do PNI (Programa Nacional de Imunizações) apontam que 271.192 mil pessoas que compõem os grupos de risco da campanha foram vacinadas no Estado. Na semana passada, antes de decisão de prorrogar a ação, haviam sido aplicadas 206.086 mil doses. Com o aumento, a cobertura vacinal passou de 35,78% para os 47,18% divulgados até esta quinta-feira (15).

Em Corumbá, distante 444 quilômetros da Capital e cidade onde três pessoas morreram vítimas da doença, a imunização saltou de 42,63% da semana passada para 64,74%. Na cidade foram aplicadas 14,7 mil doses de uma meta de 22.845 mil pessoas.

A cidade do Estado com maior cobertura vacinal até agora, segundo o Ministério da Saúde, é Bandeirantes, distante 70 quilômetros de Campo Grande, com 98,97% do público de risco vacinado.

Campo Grande – Os dados da Capital não estão atualizados e o último balanço divulgado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) aponta que 86 mil pessoas foram vacinadas na cidade, o equivalente a 52%.

Os números disponíveis no PNI, segundo o setor de imunização da Capital, só serão atualizados após o fim da campanha, programado para amanhã. Conforme a assessoria de comunicação da SES (Secretaria de Estado de Saúde), os municípios atualizam os dados conforme a demanda e, por isso, em alguns casos o número real de cobertura só é divulgado após o fim da campanha.

Precisam receber a vacina crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)