Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/08/2005 14:04

Universidades de MS precisariam se adequar às exigências

Malu Prado / Campo Grande News

A maior parte das instituições de ensino superior de Mato Grosso do Sul precisará se adequar caso o Governo Federal resolva fazer novas exigências às instituições de ensino superior, antes da aprovação da Reforma Universitária. O Ministério da Educação prevê aumentar para 50% a exigência de docentes em tempo integral e com mestrado e doutorado nas universidades. Hoje, a exigência é de um terço.

Entre as instituições privadas, a UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) precisaria contratar mais efetivos, hoje tem cerca 33,9% de docentes em dedicação exclusiva, segundo o censo do Ensino Superior 2003. A UCDB tem 62,5% docentes com mestrado e doutorado.

A Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal) tem 35,7% dos docentes em trabalho integral, precisaria aumentar para 50%. Na Universidade, 55,5% dos docentes têm mestrado ou doutorado, porém entre esses professores com titulação, ao menos a metade tem que ser doutores.

A Universidade Estácio de Sá precisaria se adequar nas duas novas exigências. Hoje, segundo o censo, a Estácio tem apenas 0,8% de professores efetivos e 39,1 com títulos de mestre ou doutor. Além disso, precisaria aumentar o número de cursos de graduação e pós-graduação, de 12 para no mínimo 16.

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) tem hoje 68,5% de professores efetivos e 59,7% de professores com mestrado e doutorado. Mesmo estando preparada para atender as exigências do Ministério, o número ainda é considerado precário. A UFMS é a segunda entre as universidades federais com menor índice de professores efetivos, segundo aponta o censo da Educação Superior. O MEC considera problema, já que os efetivos trabalham em regime de dedicação exclusiva e os temporários não.

A UEMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) tem hoje 96,8% de docentes efetivos, sendo que 64,3% têm mestrado ou doutorado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)