Cassilândia, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

29/06/2005 06:54

União civil de homossexuais pode ser votada em agosto

Agência Câmara

O projeto que institui a união civil entre pessoas do mesmo sexo (PL 1151/95), de autoria da ex-deputada Marta Suplicy, pode ser votado em agosto. A informação foi dada pela coordenadora da Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual, deputada Iara Bernardi (PT-SP), durante o 2º Seminário Nacional GLBT - Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros (Travestis e Transexuais), realizado hoje na Câmara. Segundo Bernardi, a votação da união civil e de seu projeto que criminaliza a discriminação contra a sexualidade é um compromisso do presidente da Casa, Severino Cavalcanti.

Direitos iguais
Para o professor Alípio de Souza Filho, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o Estado não pode continuar fingindo que a união de casais homossexuais não existe. Ele defendeu a regulamentação dessas uniões e a concessão aos casais do mesmo sexo de direitos como herança, seguro de vida e reconhecimento de renda conjunta, utilizada na obtenção de financiamentos.
Já a vice-presidente da Comissão de Educação e Cultura, deputada Maria do Rosário (PT-RS), disse que a proposta da união civil ainda não foi aprovada devido a preconceito de parlamentares. "Independentemente da religiosidade e do posicionamento político-ideológico das pessoas, o Estado e o Parlamento devem ser laicos e olhar para todos como detentores de direitos iguais", alertou.

Amor é normal
A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Iriny Lopes (PT-ES), disse que as diferenças na orientação sexual não podem excluir o respeito aos direitos humanos do indivíduo. "O amor é normal e é um direito individual que não pode ser transgredido", disse. A deputada também reclamou da falta de execução orçamentária das políticas públicas voltadas à comunidade GLTB.
Já o representante do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), Caio Fábio Barella, defendeu a ampliação das reivindicações do movimento GLBT. Para ele, não basta defender os direitos civis, por mais importantes que sejam, mas é preciso também lutar pelos direitos sociais da comunidade, cuja maioria é pobre e negra. "Na área da saúde, por exemplo, as políticas públicas não podem ficar restritas aos programas de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis", afirmou.
A representante da União Brasileira de Transexuais, Bárbara Graner, também defendeu a ampliação da luta dos homossexuais. Segundo ela, os travestis e transexuais não lutam apenas para fazer cirurgias, mas também pelo direito à hormonoterapia com acompanhamento médico e à troca do nome civil.

O seminário foi promovido pelas comissões de Legislação Participativa, de Educação e Cultura, e de Direitos Humanos, em parceria com a Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual.



Reportagem - Paula Bittar E Ana Raquel Macedo
Edição - Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)