Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/05/2005 17:33

Um mês depois, junta provisória assume a Fetems

Graciliano Rocha e Aline Santos/Campo Grande News

Mais folclórica das figuras que entram em cena quando acontecem crises políticas, a junta provisória foi a única alternativa de governabilidade para que o maior sindicato do Estado não fechasse as portas até que a justiça – e não os eleitores – decida seus futuros mandatários.

Uma assembléia tensa, com ânimos bastante acirrados, terminou agora há pouco com uma junta responsável por administrar a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS) enquanto a justiça não decide quem é o vencedor: Jaime Teixeira, o que teve mais votos, ou José Borges, o que diz ter sido passado para trás por manobras da comissão eleitoral.

Foi uma saída de emergência: o mandato da atual presidente, Mara Carrara, expira no domingo e quando os estatutos foram elaborados nos anos 80 ninguém pensou que uma simples eleição poderia terminar sem vencedores. Como o estatuto é omisso, vale a decisão da assembléia.

Como nos times de futebol, a junta terá 11 titulares com uma missão que não parece ser muito ambiciosa: apenas manter as coisas em ordem à espera de que seja descascado o abacaxi judicial.

Amanhã completa um mês que 11.696 filiados foram às urnas para eleger a nova direção.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)