Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

08/03/2010 10:18

Um entre 4 acham que "lugar de mulher é na cozinha"

24 Horas News

Há mulheres comandando governos e grandes empresas e elas representam metade da força de trabalho mundial. Ainda assim, uma pesquisa em âmbito mundial mostrou que uma em cada quatro pessoas, a maioria jovens, acha que o lugar da mulher é em casa. A pesquisa que falou com 24 mil adultos em 23 países foi conduzida pela Reuters/Ipsos e anunciada às vésperas do Dia Internacional da Mulher. Ela indica que gente da Índia (54%), Turquia (52%), Japão (48%), China, Rússia, Hungria (34%) e Coréia do Sul (33%) tendem a achar que as mulheres não deveriam trabalhar.

E, talvez a maior surpresa, pessoas com idade entre 18 e 34 anos são os que mais pensam isso e não os mais velhos, uma geração mais conservadora. Contudo, a grande maioria, ou 74%, acham que o lugar da mulher certamente não é em casa.

"No século que passou, as mulheres coletivamente fizeram grandes avanços em termos de participação na sociedade -- da política ao trabalho, aos esportes à mídia e à exploração intelectual-- mas ainda há grandes barreiras a várias", disse John Wright, diretor da empresa de pesquisa Ipsos.

"Esta pesquisa tem uma expressão fundamental abraçada por uma grande maioria de que as mulheres, individualmente ou não, devem ter a capacidade de escolher fazer o que elas acham que pode dar a maior contribuição," disse ele.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)