Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/03/2010 10:18

Um entre 4 acham que "lugar de mulher é na cozinha"

24 Horas News

Há mulheres comandando governos e grandes empresas e elas representam metade da força de trabalho mundial. Ainda assim, uma pesquisa em âmbito mundial mostrou que uma em cada quatro pessoas, a maioria jovens, acha que o lugar da mulher é em casa. A pesquisa que falou com 24 mil adultos em 23 países foi conduzida pela Reuters/Ipsos e anunciada às vésperas do Dia Internacional da Mulher. Ela indica que gente da Índia (54%), Turquia (52%), Japão (48%), China, Rússia, Hungria (34%) e Coréia do Sul (33%) tendem a achar que as mulheres não deveriam trabalhar.

E, talvez a maior surpresa, pessoas com idade entre 18 e 34 anos são os que mais pensam isso e não os mais velhos, uma geração mais conservadora. Contudo, a grande maioria, ou 74%, acham que o lugar da mulher certamente não é em casa.

"No século que passou, as mulheres coletivamente fizeram grandes avanços em termos de participação na sociedade -- da política ao trabalho, aos esportes à mídia e à exploração intelectual-- mas ainda há grandes barreiras a várias", disse John Wright, diretor da empresa de pesquisa Ipsos.

"Esta pesquisa tem uma expressão fundamental abraçada por uma grande maioria de que as mulheres, individualmente ou não, devem ter a capacidade de escolher fazer o que elas acham que pode dar a maior contribuição," disse ele.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)