Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/12/2012 11:06

Um dos acusados de matar o “Neguinho Oreia” é preso

Tribuna Livre

Por Ademilson Lopes

A Polícia Militar de Paranaíba prendeu ontem o suspeito de ter matado Eder Ribeiro da Rocha, 27 anos, conhecido como “Neguinho Oreia”, na noite do dia 4 de outubro, na av. Três Lagoas. O acusado, Poliano Machado da Silva, 26 anos, vulgo “Poliano Preto”, foi detido depois de muita resistência no Jardim América.

Contra Poliano há um mandado de prisão da Vara Criminal da Justiça de Paranaíba, pois ele e um indivíduo conhecido como “Taturana” são os principais suspeitos da morte de Eder.

Por volta das 16h50 de ontem, uma guarnição da PM fazia patrulhamento pela rua Rosa Alves Barreto, no Jardim América, quando avistou o suspeito em uma casa de número 125. Os PM’s, depois de reconhecerem Poliano, o abordaram imediatamente, tentaram conversar com ele, explicando que devia ser levado em razão do mandado de prisão, mas ele não acatou as orientações e resistiu a prisão, afirmando que estaria cuidando da irmã Patrícia Machado da Silva, 27 anos, sobrevivente do acidente na MS-240, na tarde do dia 12 de dezembro, que deixou quatro pessoas mortas, uma delas filha de Poliano.

Foi dada voz de prisão ao indivíduo, ele não acatou, os militares tentaram imobilizá-lo, houve luta corporal com os policiais e um reforço teve de ser chamado, mas enquanto os outros PM’s não chegaram, Poliano pegou a arma de um dos militares, apontou para o PM, mas não conseguiu disparar porque o mesmo policial conteve o “Cão” da pistola, e acabou machucando o dedo direito.

Com o reforço, o acusado foi imobilizado, algemado, colocado no compartimento de segurança da viatura e conduzido para Delegacia de Polícia Civil. Com a resistência, ele machucou o pé direito e a mão direita. O policial que lutou com Poliano teve lesões no dedo polegar e indicador da mão direita e também no joelho direito.

“Poliano Preto” está agora recolhido no Estabelecimento Penal de Paranaíba, em prisão preventiva, aguardando julgamento, quando irá responder pelo crime de homicídio.

O crime:

Robson Tavares

Eder Ribeiro da Rocha, 27 anos, faleceu no dia 4 de outrubro, por volta das 19h17, vítima de disparos de arma de fogo quando passava com sua motocicleta pela avenida Três Lagoas; Eder, popularmente conhecido como “Neguinho Oreia”, chegou a ser encaminhado com vida para a Santa Casa, porém não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Eder foi abordado, momento em que um homem começou a disparar contra ele. Eder chegou a sacar uma arma Smith calibre 38 e também efetuou cerca de três disparos no intuito de se defender, porém todos atingiram a parede de um estabelecimento comercial próximo.

Ao todo, cerca de seis disparos foram efetuados no local. Eder ao ser atingido caiu no solo com sua moto e permaneceu deitado até a chegada dos policiais que faziam rondas pelas proximidades. Quando os militares foram acionados, os mesmos estavam próximos, tanto que puderam ouvir os disparos. Ao chegar no local, se depararam com a vítima caída no solo, porém os autores conseguiram fugir. Como a vítima ainda estava com vida, os policiais não puderam ir atrás dos autores, a fim de preservar o local e a vítima.

No local havia grande aglomeração de pessoas que estavam em um bar que fica próximo ao local dos fatos. Uma das testemunhas informou aos policiais que os indivíduos que efetuaram os disparos são conhecidos pelo apelido de “Poliano Preto” e “Taturana”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)