Cassilândia, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

Últimas Notícias

12/07/2009 17:38

UEMS se reúne com Puccinelli, que garante reajuste

João Humberto, Campo Grande News

Na sexta-feira à tarde os professores da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) foram recebidos pelo governador André Puccinelli (PMDB). Após a reunião, eles saíram esperançosos com a abertura do diálogo para que a crise financeira que assola a instituição seja resolvida.

Conforme a professora Margarete Soares da Silva, presidente do Aduems (Sindicato dos Professores da UEMS), que representa os 621 docentes atuantes em Dourados e em outras 15 cidades sul-mato-grossenses, houve um início de entendimento entre a instituição e o governo.

Margarete também enfatizou que em 2007 o governador revogou a lei da Autonomia da UEMS, que estabelecia percentuais de repasse à universidade. Segundo ela, o terceiro artigo da lei 2.583 estabelecia que os recursos orçamentários e financeiros destinados à instituição seriam calculados anualmente com base na receita tributária prevista para o respectivo exercício financeiro e que seriam garantidos os índices percentuais com aumentos gradativos até alcançar em 2008, o patamar de 3% da receita tributária líquida.

Na prática, não foi isso que aconteceu, segundo a professora, já que o governo deveria repassar recursos calculados em R$ 83.073.600,00, mas foram repassados apenas R$ 55.378.488,32, equivalentes somente a 66,66% da verba devida para a instituição. Nesse ano o repasse deveria ser de R$ 90 milhões, porém somente R$ 65 milhões foram repassados.

Correção Salarial - Durante a reunião com Puccinelli, além do aumento do repasse destinado ao custeio da UEMS, foram apresentadas as reivindicações trabalhistas dos professores e técnicos administrativos. Foi solicitada a correção salarial de 15%, aumento do auxilio alimentação retroativo a fevereiro de 2009 e mudança da data-base para os meses de janeiro de cada ano.

O governador, segundo Margarete, concedeu apenas 6% de reajuste salarial aos professores e as demais reivindicações ficaram sem respostas. No entanto, segundo a sindicalista, ele se comprometeu a não diminuir nominalmente nem percentualmente os repasses feitos à UEMS, referente ao exercício de 2009.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Quarta, 21 de Junho de 2017
09:40
O questionamento é da defesa do Governador de MS
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)