Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/06/2016 13:03

UEMS participa de debate sobre rumos da engenharia e agronomia

Noticias MS
UEMS participa de debate sobre rumos da engenharia e agronomia

 

Dourados (MS) – Propostas sobre o uso de novas tecnologias e inovação no campo da Engenharia e Agronomia foram apresentadas esta semana, durante a 8ª edição do Congresso Estadual de Profissionais (CEP) realizado pelo sistema CREA/Confea/ Mútua, que abrange o Conselho Regional e Federal de Engenharia e Agronomia e a Caixa de Assistência aos Profissionais do CREA.

O vice-reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), professor doutor Laércio Alves de Carvalho ministrou a palestra “A importância do CEP para o fortalecimento dos profissionais do Sistema Confea/Crea”. Laércio, que é engenheiro agrônomo, apresentou várias propostas aos profissionais presentes no evento. Para Laércio, o CREA precisa discutir a adoção da residência profissional da Engenharia e Agronomia, se manifestar sobre a aprovação ou não dos cursos à distância, além de procurar se inserir no Ensino Médio, para que os jovens ganhem familiaridade com as profissões.

Laércio ainda destacou a adoção do método PBL (Aprendizagem Baseado em Problema) como solução para a grande evasão na graduação. “Temos um número interessante de cursos de graduação, mas a evasão é muito alta. Então não adianta ter os cursos se os alunos não conseguem completá-los. As universidades devem discutir fórmulas de motivar seus alunos. Essa ideia (PBL) vem sendo bem sucedida na Medicina e em outros cursos de Engenharia no país. Acredito que podemos abrir essa discussão para área de Engenharia e Agronomia”, esclareceu Laércio Alves.

Em outra palestra, o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG), o professor doutor Evaldo Ferreira Vilela apresentou cenários possíveis para a inovação e empreendedorismo. Vilela sugeriu a criação de espaços de conexão entre jovens universitários e empresários, buscando uma aproximação dos dois públicos. “Mato Grosso do Sul tem todos os elementos para se destacar não só como produtor mais na inovação. Investir em ambientes de encontro entre empresários e as universidades é uma boa solução. Os empresários podem ser mentores dos jovens empreendedores através de startups”, apontou Evaldo.

O CREA pode ser o interlocutor dessa aproximação entre profissionais e universitários, objetivando a inovação nos produtos e processos, segundo Laércio. “O CREA está presente em todas as instituições, com profissionais em todos os locais, no setor público ou privado. Então ele pode organizar essa aproximação entre universidades e profissionais, como o SENAI e a FIEMS. A UEMS está aberta a essa parceria”, finalizou Laércio.

O CEP continuou ontem (23) com os debates e defesas de propostas. As propostas serão apresentadas no Congresso Nacional. “Em todo o País, o CEP se constitui como um espaço democrático, aberto ao debate e proposição dos profissionais. É o momento para contribuirmos na construção de políticas, estratégias e programas em favor da valorização e defesa da Engenharia e Agronomia”, destacou o presidente do Crea-MS, Dirson Freitag.

O evento contou com a participação do secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), Renato Rascoe, o presidente do CREA-MS, Dirson Freitag, o gerente da Unidade da UEMS de Aquidauana, professor doutor Elói Panachuki, o docente do curso de Agronomia da UEMS, professor doutor Marcos Antonio Camacho da Silva e demais autoridades.

Texto: Assessoria/ UEMS.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)