Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/09/2004 10:44

UEMS abre concurso para provimento de cargos

Veja o edital publicado pela UEMS:

EDITAL Nº 23/2004-RTR

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL

O Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna público, para conhecimento dos interessados, a abertura de inscrição para o Concurso Público de Prova e Títulos, destinado ao provimento de cargo de Técnico de Nível Superior do grupo Profissional da Educação Superior, do quadro de pessoal da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

1 DO CARGO/ATIVIDADE UNIVERSITÁRIA
1.1 O cargo/atividade universitária, código, formação acadêmica, município, o quantitativo de vagas, o regime de trabalho, o salário inicial são os especificados abaixo e as atribuições do cargo são as constantes no Anexo I, deste Edital.

Cargo: Técnico de Nível Superior
Atividade Universitária: Bibliotecário Código: 103
Formação Acadêmica exigida para a inscrição: Graduação de Nível Superior em Biblioteconomia
Município: Dourados Vaga: 01
Regime de Trabalho: 8 horas diárias/40 horas semanais

Níveis/Valores Salariais
Nível I - Graduado Nível II - Especialista Nível III - Mestre Nível IV - Doutor
R$ 1.081,50 R$1.351,88 R$1.838,55 R$2.487,45

1.2 São requisitos para provimento no cargo/atividade universitária:
a) ser brasileiro nato ou naturalizado;
b) estar quite com as obrigações militares;
c) estar quite com as obrigações eleitorais;
d) estar capacitado física e mentalmente para o exercício das atribuições do cargo/ atividade universitária;
e) possuir a escolaridade exigida para o exercício do cargo/atividade universitária, especificada no subitem 1.1;
f) não exercer cargo ou função pública e não acumular proventos de aposentadoria na administração pública federal, estadual ou municipal, conforme o disposto no Artigo 37, parágrafo 10, da Constituição Federal.
g) estar registrado e em situação regular nos respectivos Órgãos ou Conselhos de Fiscalização Profissional.

1.3 A formação em curso superior de graduação será comprovada através de diploma devidamente registrado, acompanhado do histórico escolar correspondente.



1.4 Os documentos comprobatórios dos requisitos constantes nos subitens 1.2 e 1.3 serão exigidos no ato da posse do cargo/atividade universitária, sendo condição indispensável para esse ato.

2 DA VAGA
2.1 O candidato estará disputando a vaga oferecida para o cargo/atividade universitária, podendo assumir nos turnos diurno e noturno de acordo com a necessidade da Instituição.

2.2 As vagas, que porventura forem criadas ou abertas durante o prazo de validade do presente concurso, poderão ser preenchidas por candidatos aprovados obedecida a ordem de classificação.

2.3 O oferecimento de vagas para os portadores de deficiência, em conformidade com o Plano de Cargos e Carreiras/UEMS, no parágrafo 2º, do artigo 29, da Lei nº 2.230, de 02 de maio de 2001, ocorre quando o resultado percentual representar um inteiro.

3 DA INSCRIÇÃO
3.1 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e em seus anexos, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

3.2 As inscrições estarão abertas no período de 08 de setembro a 24 de setembro de 2004, e poderão ser feitas pessoalmente ou por intermédio de procurador legalmente constituído (com procuração pública ou particular), no Setor de Seleção e Lotação/DRH, na sede da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, situada na Cidade Universitária de Dourados, rodovia Dourados/Itahum km 12 (em frente ao Aeroporto Municipal) no horário das 8h às 11:30h e das 12:30h às 15h, ou pela Internet no site www.uems.br/concurso , observando o prazo previsto neste edital, instruída com os seguintes documentos:
a) ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada, com:
· declaração de que se submete a todas as condições deste edital (a declaração constará da ficha de inscrição);
· comprovante (original) de depósito do pagamento da taxa de inscrição no valor de R$76,00 (setenta e seis reais),
(fixar o comprovante na ficha de inscrição);

b) fotocópia de cédula de identidade (frente e verso);

c) fotocópia do diploma de Graduação de Nível Superior em Biblioteconomia devidamente registrado, acompanhado do histórico escolar correspondente.

3.2.1. Será permitida a inscrição por representante legalmente habilitado para esse fim, mediante a entrega de procuração específica, pública ou particular com firma reconhecida, acompanhada de cópia do documento de identidade do candidato e apresentação da identidade do procurador.

3.2.1.1. Deverá ser apresentada 1 (uma) procuração para cada candidato, a qual ficará retida.
3.2.1.2. O candidato e seu procurador serão responsáveis pelas informações prestadas na ficha de inscrição.

3.2.2. O candidato deverá entregar uma cópia do documento de identidade (frente e verso). Somente serão aceitos os seguintes documentos de identidade: cédula oficial de identidade (RG), Forças Armadas, Carteira de Motorista – CNH (modelo novo), Carteira expedida por Órgãos ou Conselhos de Classe.

3.3. Os candidatos que optarem em recolher a taxa de inscrição na sede da UEMS, em Dourados, poderão efetuar o pagamento no posto da Caixa Econômica Federal no Bloco D, do mesmo local, no horário das 9h às 11h.

3.4. Os candidatos que efetuarem suas inscrições pela Internet no site www.uems.br/concursos.php, deverão requerer sua inscrição, baixando os referidos arquivos (download), preenchendo devidamente e imprimindo a ficha de inscrição, devendo recolher a taxa de inscrição no valor de R$ 76,00 (setenta e seis reais), por meio de depósito na Caixa Econômica Federal, agência nº 0562, conta corrente 013.125102-1, no período compreendido entre às 10 horas do primeiro dia fixado para o início das inscrições, até às 15 horas do último dia destinado a essa finalidade. Não serão aceitos comprovantes de transferência entre contas e/ou comprovantes de depósito em caixa eletrônico, bem como, em nome de terceiros.
Estes candidatos deverão ainda, encaminhar os documentos de inscrição conforme estabelecido no item 3.2., via SEDEX, no seguinte endereço:

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS
Comissão Organizadora do Concurso Público/SSL/DRH
Cidade Universitária de Dourados,
Rodovia Dourados-Itaum, km 12
Caixa postal 351
CEP 79804-970, Dourados – MS.

3.4.1. A inscrição não recebida até o dia 04/10/2004 não será considerada, bem como, aquelas postadas após o dia 24/09/2004, ainda que recebidas no prazo anterior.

3.4.2. A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul não se responsabilizará caso a inscrição do candidato, via Internet, não seja concretizada, por falhas de computadores, congestionamento de linhas, ou outros fatores de ordem técnica e ainda, por atraso na entrega dos documentos, pelo correio.

3.5. Em nenhuma hipótese haverá devolução da taxa de inscrição.

3.6. No caso de pagamento da taxa de inscrição com cheque, este somente será aceito se do próprio candidato, sendo considerado sem efeito a inscrição se o cheque for devolvido por qualquer motivo.

3.7. Não serão aceitas inscrições por via postal, fac-símile, e-mail, condicional e/ou extemporânea.

3.8. Os candidatos amparados pela Lei nº 2557, de 13/12/02, deverão proceder conforme estabelecido nos Decretos Estaduais nº 11.232, de 27/05/2003 e nº 11238, de 29/05/2003, que regulamentam a referida lei.

3.8.1. Os candidatos deverão postar, via AR ( aviso de recebimento) , até o dia 17 de setembro de 2004, o requerimento acompanhado dos documentos estabelecidos no Decreto Estadual nº 11232, de 27/05/2003, e ainda, os documentos para fins de inscrição, exigidos nas letras ‘a’ (exceto comprovante de depósito bancário), ‘b’, ‘c’, do subitem 3.2 deste Edital, encaminhando-os no endereço citado no item 3.4., para análise e parecer da Comissão.

3.8.2. As inscrições deferidas dos candidatos previstos no item 3.8, serão homologadas e publicadas no Diário Oficial de MS, juntamente com as demais inscrições do concurso e ainda, será publicada, a relação dos candidatos que tiveram seus requerimentos de isenção da taxa de inscrição indeferidos. Estes, tendo interesse em permanecer no concurso, deverão preencher nova ficha de inscrição e fazer o recolhimento da respectiva taxa de inscrição dentro do prazo de 48 (quarenta e oito) horas após a publicação, de acordo com o estabelecido no § 2º do Decreto Estadual nº 11238, de 29/05/2003, nos horários estabelecidos neste Edital. O candidato que recolher a taxa de inscrição fora da Sede da UEMS em Dourados, deverá encaminhar a ficha de inscrição preenchida, acompanhada do comprovante (original) de depósito do pagamento da taxa de inscrição, via SEDEX, devendo o mesmo chegar até o dia 06/10/2004 no seguinte endereço:

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS
Comissão Organizadora do Concurso Público/SSL/DRH
Cidade Universitária de Dourados,
Rodovia Dourados - Itaum km12
Caixa postal 351
CEP 79804-970, Dourados – MS.

3.8.3. Conforme estabelecido no § 3º do Decreto Estadual nº 11232, de 27/05/2003, perderá os direitos decorrentes da inscrição do concurso, o candidato que tiver seu requerimento indeferido e não cumprir as normas estabelecidas no subitem 3.8.2. deste Edital. Responderá por infração o candidato que apresentar comprovante inidôneo ou firmar declaração falsa para se beneficiar da isenção da taxa de inscrição

3.9. No ato da inscrição o candidato receberá uma cópia do presente edital , se for realizada na sede da UEMS. Se for realizada pela Internet, o candidato deverá baixar os referidos arquivos (download), que estão disponíveis em links no corpo do edital.

3.10. Em hipótese alguma será admitida juntada de documentos após o encerramento do prazo das inscrições.

3.11. O título básico de formação acadêmica é o correspondente ao indicado no subitem 1.1. deste edital.



3.12. A inexatidão de declarações ou dados e a irregularidade na documentação, verificadas em qualquer etapa da seleção, importará na eliminação automática do candidato, sem prejuízo das cominações legais. Caso essa constatação ocorra após a admissão do candidato, será declarada nula a nomeação.

4. DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES
4.1. A homologação das inscrições será divulgada em edital que será afixado em mural na sede da UEMS, em Dourados, no site www.uems.br/concurso e publicada no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, onde constará ainda, a data, o horário e local de realização da prova escrita.

4.2. Não serão homologadas as inscrições com documentação incompleta ou que não atendam às exigências constantes deste edital.

4.3. Caso a inscrição não seja homologada, será(ão) indicado(s) o(s) requisito(s) ou documento(s) exigido(s) para inscrição não atendido(s) pelo candidato.

4.4. Do resultado da homologação caberá recurso à Comissão Organizadora, com efeito suspensivo, devendo ser interposto no prazo máximo de até 2 (dois) dias úteis, contados a partir da data de publicação no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, no horário das 8 h às 11 h e das 12 h às 15 h.

4.5. A decisão da Comissão Organizadora, será divulgada através de edital, que será afixado em mural na sede da UEMS, em Dourados, no prazo máximo de 01 (um) dia, contado a partir do encerramento do prazo previsto no item 4.4..

4.6. Será de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todas as divulgações relativas ao Concurso Público nas publicações do Diário Oficial do Estado de MS, tomando conhecimento de seu conteúdo, para posteriormente não alegar desconhecimento de qualquer tipo ou natureza.

4.7. Somente poderá submeter-se às provas o candidato que tiver a inscrição homologada, devendo, para tanto, apresentar a cédula de identidade.

5 DAS PROVAS
5.1 O concurso constará das seguintes provas:
I. Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório com 50 questões objetivas;
II. Prova de Títulos, de caráter classificatório, para todos os candidatos aprovados na Prova Escrita.

5.2 A data de realização da prova escrita, previsto no item 4.1 poderá ser prorrogada, a critério da Reitoria

6- DA PROVA ESCRITA
6.1 A data, horário e local de realização da prova escrita serão divulgados no edital de homologação da inscrições, conforme subitem 4.1.



6.2 A Prova Escrita terá caráter eliminatório e classificatório e será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, compreendendo as matérias abaixo relacionadas, cujos conteúdos programáticos são os constantes do Anexo II deste Edital:

CARGO: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR
ATIVIDADE UNIVERSITÁRIA: BIBLIOTECÁRIO
MATÉRIAS PONTOS Nº DE QUESTÕES MÍNIMO DE ACERTOS
CONHECIMENTO ESPECÍFICO LÍNGUA PORTUGUESACONHECIMENTO DE INFORMÁTICA 403624 201812 060504

6.3 Para ser considerado aprovado na Prova Escrita, o candidato deverá obter o mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de aproveitamento no cômputo geral da prova e ainda, obter o índice de acertos mínimos por matéria, conforme especificado no quadro 6.2.
6.3.1 O resultado será representado pela soma de pontos obtidos no conjunto das matérias que constituem a prova escrita.

6.4 O candidato deverá apresentar-se no local da prova, com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário marcado para seu início, munido do documento oficial de identidade previsto no subitem 3.2.2 deste Edital, caneta esferográfica azul ou preta, lápis preto nº 2 e borracha macia.

6.5 O candidato, ao ingressar no prédio, deverá dirigir-se à sala em que terá que prestar prova, onde, após ser identificado, tomará assento e aguardará seu início.

6.6 Não será admitido na sala de prova, o candidato que se apresentar após o horário estabelecido.

6.7 Não haverá segunda chamada para a prova e nem realização da mesma fora da data, horário e local estabelecido.

6.8 Durante a prova não será permitida qualquer espécie de consulta, nem uso de máquina calculadora, telefone celular e outros equipamentos de comunicação.

6.9 Será eliminado do Concurso o candidato que for surpreendido, durante a realização da prova, em comunicação com outro candidato, bem como utilizando-se de livros, notas ou impressos não permitidos ou se ausentar do local da prova sem acompanhamento do fiscal.

6.10 O resultado da Prova Escrita será divulgado através de edital, em ordem alfabética, publicado no Diário Oficial do Estado de MS.

7 DA PROVA DE TÍTULOS
7.1 A prova de títulos terá caráter classificatório, concorrendo somente os candidatos aprovados na prova escrita.

7.2 O candidato ou seu procurador legalmente constituído (por procuração pública ou particular) deverá entregar em data, horário a serem publicados no Diário Oficial do Estado de MS, quando da publicação do resultado da prova escrita, no Setor de Seleção e Lotação/DRH, na Sede da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, situada na Cidade Universitária de Dourados, rodovia Dourados/Itahum, km 12 (em frente ao Aeroporto Municipal), o seu curriculum vitae atualizado, contendo dados pessoais, formação acadêmica, cursos de atualização e experiência profissional, acompanhado de fotocópias dos comprovantes correspondentes (que será utilizado para a pontuação na prova de títulos).

7.3 A comprovação dos títulos far-se-á mediante apresentação de um documento de identidade previsto no subitem 3.2.2 deste Edital e da entrega de:
a) fotocópia dos diplomas e/ou certificados de conclusão de cursos;
b) fotocópia da Certidão ou Declaração de Tempo de Serviço pelo setor competente( Departamento de Pessoal) no papel timbrado do órgão, constando nome, cargo, período de exercício, com assinatura e carimbo do responsável pelo setor, quando o vínculo for pelo regime estatutário;
c) fotocópia da carteira de trabalho e previdência social - C.T.P.S, onde constem foto, dados pessoais e contrato de trabalho com o registro da admissão e demissão se for o caso, e especificação da função, quando o vínculo for pelo regime celetista;
d) O tempo de serviço prestado como autônomo poderá ser comprovado por meio de fotocópia, de contratos com os referidos comprovantes de pagamento e/ou recibos de pagamento de autônomo (RPA) comprobatórios de prestação de serviço no exercício da profissão, de acordo com o subitem 7.5.

7.4 Após a entrega do curriculum vitae acompanhado dos títulos correspondentes, os mesmos não poderão ser substituídos, devolvidos ou acrescentado nenhum título, aos já entregues à comissão.

7.5 Os títulos serão avaliados na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos e a pontuação obedecerá a critérios de avaliação fundamentados nos fatores habilitação, aperfeiçoamento, experiência, de acordo com as especificações e pontuações estabelecidas abaixo:
a) Diploma ou Declaração original de conclusão e aprovação em doutorado ou mestrado relacionado à área de formação. Valor unitário: 2,0 (dois) pontos. Valor máximo: 2,0 (dois) pontos.
b) Certificado ou Declaração original de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização (mínimo 360 horas) relacionado à área de formação. Valor unitário: 1,5 (um e meio) pontos. Valor máximo: 1,5 (um e meio) pontos.
c) Certificado ou Declaração original de cursos de aperfeiçoamento ou capacitação, excluídos os de pós-graduação, vinculado à área de conhecimento da respectiva graduação, com carga horária mínima de 40 (quarenta) horas. Valor unitário: 0,5 (meio) ponto para cada 40 (quarenta) horas, por curso ou desdobramento nessa carga horária. Valor máximo: 1,0 (um) ponto.
d) Experiência profissional avaliada pelo tempo de serviço prestado em instituições de ensino superior. Valor: 0,5 (meio ponto) ponto por semestre. Valor máximo: 4,0 (quatro) pontos.
e) Experiência profissional avaliada pelo tempo de serviço prestado em atribuições vinculadas à atividade universitária a qual concorre. Valor: 0,5 (meio ponto) ponto por ano. Valor máximo: 1,5 (um e meio) pontos.

7.5.1 No caso dos cursos de capacitação e aperfeiçoamento não será permitida a somatória de carga horária de diferentes certificados visando atingir a mínima exigida.
7.5.2 Na experiência profissional dos itens “d” e “e” o tempo de serviço prestado não poderá ser concomitante.

7.6 - Não serão pontuados os títulos que não corresponderem aos exigidos no subitem 7.5.

7.7 Os comprovantes de conclusão dos cursos de Graduação e Pós-graduação em nível de Especialização, de Mestrado e de Doutorado serão aceitos apenas quando oriundos de Instituições de Ensino Superior reconhecidas e observadas as normas que lhes regem a validade, dentre as quais, se for o caso, as pertinentes ao respectivo registro.

7.8 Os títulos de pós-graduação stricto sensu comprovados serão aceitos desde que os cursos tenham obtido conceito indicador de qualidade na avaliação da CAPES, conforme legislação em vigor.

7.9 Os documentos relativos a cursos realizados no exterior só serão considerados quando traduzidos para a Língua Portuguesa por tradutor oficial e atendida a legislação nacional aplicável.

7.10 A comprovação do tempo de serviço, em caso de candidato que tenha experiência profissional no exterior, será feita mediante apresentação de cópia de declaração do órgão ou empresa ou de certidão de tempo de serviço, documentos estes que deverão estar traduzidos para a Língua Portuguesa através de tradutor juramentado.

7.11 A comprovação de tempo de serviço deverá estar acompanhada, quando não especificada na CTPS, de declaração do empregador referente aos requisitos e/ou experiências solicitadas. Toda declaração deverá ser emitida através de papel timbrado de instituição de direito público ou privado, legalmente constituída, assinada por responsável habilitado e conter o período de início e término do trabalho realizado.

7.12 A pontuação da prova de títulos será a soma obtida com os títulos válidos, observado o limite imposto no subitem 7.5 deste Edital.

8 DOS RECURSOS
8.1 Serão admitidos recursos quanto a não homologação de inscrição, à opção considerada como certa nas provas objetivas (gabarito) e resultados das provas escrita e de títulos.

8.2 O candidato poderá recorrer no prazo de 2 (dois) dias úteis, tendo como termo inicial o 1º dia útil subseqüente ao da publicação no Diário Oficial do Estado de MS dos dados contidos no subitem 8.1.

8.3 Os recursos interpostos contra o gabarito da prova escrita deverão ser feitos por questão, em folha separada. Não serão aceitos recursos com mais de 1 (uma) questão por folha.

8.4 Somente serão apreciados os recursos interpostos dentro do prazo com indicação do nome do Concurso Público, nome do candidato, assinatura e endereço completo do candidato, conforme modelo a seguir:

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL
Cargo: Técnico de Nível Superior
Atividade Universitária: Bibliotecário
Nome do Candidato:
Questionamento:

Data: Assinatura:
Endereço completo:

8.5 Todos os recursos deverão ser apresentados por escrito, endereçados à Comissão Organizadora do Concurso Público e entregues no Serviço de Protocolo da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, situada na Cidade Universitária de Dourados, rodovia Dourados/Itahum, km 12 (em frente ao Aeroporto Municipal).

8.6 - O(s) ponto(s) relativo(s) à(s) questão(ões) eventualmente anulada(s) será(ão) atribuído(s) a todos os candidatos presentes.

8.7 - Os recursos interpostos fora do prazo estabelecido no subitem 8.2 não serão aceitos, sendo considerado, para tanto, a data de entrega no Serviço de Protocolo/UEMS ou da postagem da correspondência, via SEDEX.

8.8 - Não serão aceitos recursos interpostos via fac-símile, telex, telegrama, e-mail ou outro meio que não seja o especificado neste Edital.

9 DA CLASSIFICAÇÃO FINAL
9.1 - A classificação final será feita em ordem decrescente do total de pontos obtidos pelo candidato na prova escrita acrescido dos pontos correspondentes aos respectivos títulos.

9.2 - Em caso de empate na pontuação final, o desempate dar-se-á pela ordem de prioridade:
a) o de maior pontuação na prova de Conhecimento Específico.
b) maior pontuação na prova de títulos;
c) o de menor idade.



10 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
10.1 O resultado final do concurso será homologado pela Reitoria da Universidade Estadual de MS, mediante edital, que será divulgado em mural na sede da UEMS, em Dourados, no site www.uems.br/concursos.php e publicada no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul.

10.2 A aprovação no Concurso não gera direito à nomeação, mas esta quando se fizer, obedecerá à rigorosa ordem de classificação, por meio de ato da Reitoria da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e convocação para posse por edital, a serem publicados no Diário Oficial do Estado de MS.

10.3 Os candidatos que vierem a ser admitidos terão as relações individuais e coletivas de trabalho regidas pelas disposições do Estatuto do Servidor Público de MS (Lei nº 1.102, de 10/10/90), pelo Plano de Cargos e Carreiras, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Lei nº 2230, de 02/05/01).

10.4 O Concurso terá validade de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação da Homologação do Resultado Final, podendo ser prorrogado 1 (uma) vez, por igual período.

10.5 Verificado, em qualquer época, que o candidato apresentou declaração falsa ou dados incorretos na ficha de inscrição, bem como o não preenchimento de qualquer um dos requisitos citados no subitem 1.2, 1.3 e 1.4 deste Edital, sua inscrição será cancelada e, em conseqüência, anulados todos os atos dela decorrentes, além dos procedimentos e das penalidades legais previstas.

10.6 Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação no concurso, valendo para esse fim, a homologação publicada no Diário Oficial do Estado de MS.

10.7 O candidato classificado deverá manter seu endereço atualizado, durante o período de validade do concurso, informando a UEMS no caso de alteração do mesmo.

10.8 Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, ou até a data da convocação dos candidatos para a prova correspondente, circunstância que será mencionada em edital a ser publicado no Diário Oficial do Estado de MS.

10.9 Os casos omissos serão resolvidos pela Reitoria da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, observando as normas legais e regulamentares aplicáveis a espécie.
Dourados, 30 de junho de 2004




LUIZ ANTÔNIO ALVARES GONÇALVES
Reitor
ANEXO I
EDITAL Nº 23/2004 - RTR, de 30 de junho de 2004


ATRIBUIÇÕES DO CARGO
Técnico de Nível Superior
Atividade Universitária: Bibliotecário

São atribuições do Bibliotecário:

I – disponibilizar informação através da localização e recuperação de informações, prestando atendimento personalizado e serviços de informação on-line, elaborando estratégias de buscas avançadas, intercambiando informações e documentos e controlando circulação de recursos informacionais;
II – gerenciar sistemas de informação elaborando políticas de funcionamento para a biblioteca, programas e projetos de ação, manuais de serviços, procedimentos e relatórios; implementar atividades cooperativas entre instituições, administrar o compartilhamento de recursos informacionais, desenvolver políticas de informação e padrões de qualidade gerencial , automatizar unidades de informação, controlar a execução dos planos de atividades, a segurança patrimonial e a conservação do patrimônio da biblioteca; avaliar serviços e produtos da biblioteca; planejar, implantar e organizar bibliotecas e centro de documentação;
III - promover a conservação, restauração e proteção de recursos informacionais;
IV – tratar tecnicamente recursos informacionais tombando documentos, auxiliando na seleção e na aquisição de documentos para incorporação ao acervo; registrar, classificar e catalogar recursos informacionais; elaborar linguagens documentárias; desenvolver e efetuar manutenção de bases de dados; gerenciar qualidade e conteúdo de fontes de informação; gerar fontes de informação; desenvolver metodologias para geração de documentos digitais ou eletrônicos;
V – desenvolver recursos informacionais através da elaboração de políticas de desenvolvimento, seleção, aquisição e armazenamento dos mesmos; avaliar, inventariar, conservar e preservar acervos, desenvolver interfaces de serviços informatizados; descartar recursos informacionais; desenvolver bibliotecas virtuais e digitais; desenvolver planos de conservação preventiva;
VI – disseminar informação;
VII – desenvolver estudos e pesquisas;
VIII – prestar serviços de assessoria e consultoria dando assistência técnica às bibliotecas das unidades universitárias da UEMS;
IX – realizar difusão cultural promovendo atividades de fomento à leitura;
X – desenvolver ações educativas elaborando serviços de apoio para educação presencial e à distância;
XI - ministrar palestras;
XII - executar tarefas de mesma natureza e mesmo nível de dificuldade.





ANEXO II
EDITAL Nº 23/2004 – RTR, de 30 de junho de 2004


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CARGO TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR

LÍNGUA PORTUGUESA
Compreensão e interpretação de textos. Ortografia. Significação das palavras: Sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos. Uso do hífen. Acentuação gráfica. Crase. Pontuação. Formação das palavras. Classes gramaticais, seu emprego, classificação e flexão. Uso dos tempos e modos verbais. Vozes dos verbos. Frase, oração e período. Construção dos períodos (classificação de períodos e orações). Termos da oração: essenciais, integrantes e acessórios. Recursos de sintaxe. Transitividade. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Colocação dos pronomes oblíquos átonos. Recursos semânticos. Problemas gerais da língua culta.

CONHECIMENTO DE INFORMÁTICA
Windows/98, Word/97 e Excel/97.


CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA BIBLIOTECÁRIO
BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO ( Conceitos e definições básicas. Planejamento bibliotecário. Legislação Ética, organização de classe. Organização e administração de Bibliotecas.). PROCESSAMENTO TÉCNICO DA INFORMAÇÃO ( Representação temática e descritiva dos registros de coleções. CDD. Código de Catalogação Anglo-Americano. 2. ed. (AACR2). Normas da ABNT - Referências Bibliográficas (2000) e Resumos. Indexação pré e pós – coordenada: linguagem documentária (vocabulário controlado, cabeçalho de assunto e thesaurus)). SERVIÇO DE REFERÊNCIA E INFORMAÇÃO ( Princípios e fundamentos. Estudos de usuários. Disseminação da informação. Comutação bibliográfica. Serviços e produtos de informação (tradicionais e automatizados)). BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS ( Objetivos, características e avaliação. Novas tecnologias. Informatização. Marketing.)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)