Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

09/08/2003 06:41

Turismo: Otávio Demasi escreve sobre Shoping Rural

Otávio Demasi

Pela dimensão e diversificação de nossa área rural, os municípios precisam implementar e instigar políticas públicas de desenvolvimento rural, acoplado a projeto de desenvolvimento sustentável do turismo, estimulando o aproveitamento dos sub-produtos nos empreendimentos rurais, agregando valores; culturais, históricos, econômicos, folclóricos, ambientais, geográficos e econômico. Necessário se faz, criar condições de bem receber, com instalações condignas, preços justos e boa informação.
É necessário ter-se em conta as carências dos moradores de grandes e médios centros urbanos, com apelos altamente maquiados, sofisticados, bombardeados por ofertas de consumo, entretenimento e lazer. A pura contemplação, a ausência de ruídos e poluição, precisam ser recheados com fortes aspectos diferenciais, preenchendo assim as 24 horas ociosas dos turistas, ampliando a sua estacionalidade e aumentando seus desembolsos.
Pôr a mão na terra, comer o alimento colhido na hora, prepará-lo em panelas de barro, pondo-os a cozinhar no fogão à lenha, saborear a fruta apanhada direto no pé, pescar o jantar, ordenhar e beber o leite , preparar doces, queijos, compotas, geléias, vinhos, licores, tosquear, castrar, vacinar, fazer parte do grupo folclórico que irá animar a festa à noite, preparar a manteiga, moer o café e depois saboreá-lo. Cavalgar, caminhar, fotografar, conhecer os pássaros, as flores, vivenciar a mata, ajudar no alambique, dar comida aos animais, andar de charrete, passear de barco, sem deixar de usar a piscina, jogar tênis até golfe, aprender noções de educação ambiental, entre outros.
Outra opção: a implantação de condomínio rural. Reserva-se uma área na propriedade e vende-se lotes, oferece-se a mão-de-obra para a construção, sempre usando ao máximo os elementos do local, administra-se a propriedade locando-a a terceiros.
A possibilidade de um parque temático agrário, onde a cultura predominante é mostrada em toda a cadeia produtiva e em todos os seus desdobramentos. Fica também em aberto a ação macro entre os proprietários rurais, que através de roteiros integrados, fomento a eventos, somam esforços para melhor divulgar a região, atraindo mais turistas com menor custo per capita. O agri turismo, é outra opção, com realização de cursos intensivos, vivenciamento e prática na colheita e outras modalidades que geram divisas. É o shoping rural, que abre para os potenciais compradores um leque de opções, sem destruir a galinha dos ovos de ouro.

Otavio Demasi- consultor e jornalista e mail: odtur@ig.com.br Mtb 32548

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
09:00
Santo do Dia
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)