Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/01/2004 08:20

TST: empregador pagará em dobro férias vencidas

Agência Brasil

A 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o direito do trabalhador de receber em dobro a remuneração de férias que não forem concedidas no prazo previsto pela lei, ou seja, nos 12 meses subseqüentes à data em que o empregado tiver adquirido o direito. A questão foi abordada no recurso da Petrobras contra decisão do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (5ª Região).

Ao examinar o caso de um ex-empregado da estatal, que era assistente administrativo no campo de exploração da Mata de São João (BA), o TRT-BA decidiu manter sentença que condenou o empregador ao pagamento, em dobro, das férias relativas aos períodos de 1991/92 e 1993/94.

A Petrobras recorreu no TST contra essa decisão para não pagar três vezes as férias, com o argumento de que, mesmo não usufruídas no prazo, elas foram quitadas na rescisão do contrato e, portanto, caberia apenas o pagamento da dobra das férias e não o pagamento em dobro, como havia determinado a segunda instância.

Se estiver evidenciado que as férias não foram usufruídas no período legal, mas que houve posterior quitação delas, “impõe-se a condenação do empregador a tornar a remunerá-las, de forma simples, de vez que o deferimento do dobro, no caso, importaria quitação tripla”, concordou o relator do recurso, o juiz convocado Alberto Bresciani.

Como ficou comprovado que a Petrobras já havia remunerado, de forma simples, as férias relativas aos períodos de 1991/92, 1992/93 e 1993/94, a 3ª Turma do TST acolheu o recurso da estatal, para reduzir a condenação. A estatal não terá de pagar em dobro as férias, mas apenas a remuneração simples das férias dos dois primeiros períodos. As férias relativas ao período 1993/94 foram quitadas na rescisão contratual ainda dentro do prazo legal e foram excluídas da condenação.

As informações são do Tribunal Superior do Trabalho

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)