Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/02/2005 08:11

Tribunal: um dos times da Matonense foi punido

Federação Paulista de Futebol

Em sessão extraordinária realizada pela Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva, presidida pelo Dr Carlos Alberto Ferraz e Silva e com os Auditores Drs José Carlos de Mello Dias, Luiz Carlos Telles e Miguel Marques e Silva, nesta sexta-feira, ficou definido que os atletas contratados pela Futura Assessoria e Consultoria Esportiva Ltda, inscritos na FPF pela Matonense por ordem judicial e denunciados no Artigo 256, que diz que todo atleta que tentar impedir, por qualquer meio, o prosseguimento de uma partida, poderá sofrer punição de 120 (cento e vinte) a 360 (trezentos e sessenta) dias de suspensão. Os atletas Gerson Grochoski, Lindeberg Mota da Silva, Marcos Paulo da Silva Grippe, Edmar Salvador de Oliveira, André Ricardo Pereira, Marcelo da Silva Moço, Alessandro Brito Borges, Leo Man do Carmo, Márcio Roberto Faganello, Harley Aparecido da Silva, Fabiano Sérgio de Brito, Danilo Camargo Venâncio, Marco Aurélio Ribeiro, Carlos Eduardo Rufino de Oliveira, Herbert Rogério Faganello, Edney de Oliveira Generoso, Antônio Carlos de Souza, Márcio José Aparecido Barleta, Eliano Alves de Souza, Juan Roman Cantalupp, Saulo brizotti, Kerlen Rogério dos Santos, Flávio Costa da Silva, Adilson Lima, Anderson Faustino Santana da Silva e Thiago de Almeida Oliveira, foram punidos com a pena mínima, o que corresponde a 120 (cento e vinte) dias de suspensão.



O técnico Israel do Carmo (Israel de Jesus), denunciado no parágrafo único do Artigo 256, que diz que se a infração for praticada em virtude de ordem superior, ficará o autor sujeito à pena de 01 (um) a 04 (quatro) anos de suspensão. E também no Artigo 279, que diz que quem incitar publicamente a prática de infração, pode ser punido pelo prazo de 01 (um) a 02 (dois) anos de suspensão, foi punido por 03 anos de suspensão sendo 01 (um) ano pelo parágrafo único do Artigo 256 e 02 (dois) anos pelo Artigo 279, conforme processo 014/05.



Representaram os atletas e o técnico Israel do Carmo (Israel de Jesus), o Dr Marcelo Goes e a Dra Daniela Bocchi Gomez, que devem recorrer da sentença até a próxima quinta-feira. O prazo espira na sexta-feira, mas os advogados confirmaram que no máximo, quinta-feira, o recurso já estará protocolado no Tribunal.



"Decisão judicial não se discute, recorre-se. No novo julgamento perante o Tribunal em sua composição plena, vamos tentar reverter a situação", falou o Dr Marcelo Goes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)