Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/12/2010 17:17

Tribunal de Justiça derruba validade da nova lei da pesca de MS

Marta Ferreira, Campo Grande News

Oito meses após ser aprovada na Assembléia Legislativa, a nova lei da pesca de Mato Grosso do Sul foi derrubada nesta tarde, com a conclusão do julgamento de ação movida pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pelo Órgão Especial do TJ (Tribunal de Justiça).

Dos 14 desembargadores que participaram da votação, 12 votaram pela concessão de liminar considerando a lei inconstitucional. Um desembargador, Sérgio Martins, que havia pedido vistas do processo na semana passada, quando o julgamento começou, votou contra o pedido da OAB. Um outro, Josué de Oliveira, absteve-se de votar.

A decisão contrária à lei já era prevista, uma vez que na semana passada, quando o julgamento foi suspenso pelo pedido de vistas, 12 desembargadores já haviam se manifestado pela inconstitucionalidade da lei.

Os desembargadores que votaram contra a manutenção da lei acompanharam o voto do relator, o desembargador Luis Carlos Santini, e o parecer do Ministério Público Estadual, contrários à manutenção da lei.

A OAB moveu a ação alegando que a lei fere a Constituição Federal no artigo relacionado à proteção do meio ambiente. As novas regras estabelecidas para a pesca no Estado foram consideradas permissivas pelos ambientalistas, que temiam uma redução ainda maior do estoque pesqueiro nos rios do Estado.

A decisão do TJ é provisória e ainda falta o julgamento do mérito da ação. O governo do Estado e Assembleia Legislativa podem recorrer.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)