Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/10/2013 19:24

Tribunal de Justiça derruba, no mérito, lei estadual da "cantina saudável"

Mariana Lopes, Campo Grande News

Foi julgada inconstitucional a lei estadual que regulamenta os alimentos vendidos nas cantinas das escolas estaduais de Mato Grosso do Sul. A decisão foi dada na sessão desta quarta-feira (16), pelos desembargadores do órgão especial do Tribunal de Justiça (TJMS).

De acordo com a lei 4320, era “proibida a comercialização, confecção e distribuição de produtos que colaborem para acarretar riscos à saúde ou à segurança alimentar, dos consumidores, em cantinas e similares instalados em escolas públicas”.

Diante da lei, a Fecomércio (Federação do Comércio de MS) entrou com ação direta de inconstitucionalidade contra o governador do Estado, André Puccinelli, para derrubar a norma.

A Federação alegou que a lei deveria ser proposta pelo próprio governador, enquanto o autor é o deputado estadual George Takimoto (PSL). Outro argumento apresentado pela Fecomércio é de que a lei viola o princípio da livre iniciativa, que está presente no artigo 1º, inciso 4, da Constituição Estadual, que é corolário do artigo 170 da Constituição Federal.

Com as alegações apresentadas pela federação, o corpo de desembargadores acatou o pedido, declarando que a lei realmente é inconstitucional.

Segundo o consultor da Fecomércio, Fernando Camilo, a lei municipal da cantina saudável ainda não foi julgada, está apenas suspensa, por isso as cantinas dês escolas públicas ainda não estão liberadas para voltar a vender produtos industrializados.

Nesta quarta-feira, entidades, que participaram do Dia da Alimentação Saudável, fizeram abaixo-assinado em defesa da lei que proíbe a comercialização de produtos não considerados saudáveis nas escolas.

ImprimirShare on email

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)