Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/09/2010 10:00

Tribunal de Justiça decreta intervenção em Dourados

Fernanda França, Campo Grande News

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) acatou pedido de credores e decretou a intervenção no município de Dourados. A decisão foi tomada ontem durante reunião do Pleno.

O problema não tem relação com a prisão do prefeito Ari Artuzi e de vereadores por meio da operação “Uragano”, da Polícia Federal.

A questão está relacionada com o não pagamento de um precatório de mais de R$ 500 mil.

Apesar de todos os argumentos apresentados pela defesa do município e do parecer favorável da Procuradoria Geral de Justiça, a intervenção foi aprovada por seis votos a um.

O município informou que, apesar das demandas sociais serem cada vez maiores, “tem priorizado o pagamento de precatórios”.

Também alegou que tem limites orçamentários para cumprir os pagamentos, e que, por isso, solicitou a “aplicação da reserva do financeiramente possível”. Mas a argumentação não foi aceita pelo Pleno.

O prefeito interino de Dourados, Eduardo Machado Rocha, disse que não tinha sido informado da decisão e que vai aguardar a indicação do interventor pelo governador André Puccinelli (PMDB).

A nomeação será feita assim que a decisão da intervenção for divulgada no Diário da Justiça. Colaborou Antônio Coca, de Dourados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)