Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2013 18:50

Tribunal cassa mais um vereador por compra de votos

Vinícius Squinelo e Filipe Prado, Campo Grande News

O TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) cassou, por 3 votos a 1, o mandato do vereador Alceu Bueno (PSL), acusado de gastar R$ 100 mil em compra de votos nas eleições municipais de 2012. Além de perder o cargo, a saída de Bueno da Câmara mexe com a composição da Comissão Processante contra o prefeito Alcides Bernal (PP).

O caso de Bueno foi julgado no início da noite de hoje (10) pelo Pleno do Tribunal. O primeiro a votar foi o relator do caso, juiz Cláudio Bonassini da Silva, que afirmou que foram mais de R$ 100 mil usados para compra de combustíveis, que eram então trocados por votos.

Bonassini votou pela cassação do vereador, sendo acompanhado pelos juízes Heraldo Garcia Vitta e Elton Nasser de Melo. Contra votou o juiz Nélio Stábile, e o presidente do TRE, desembargador Josué de Oliveira, se declarou impedido de votar.

Bueno é o quarto vereador de Campo Grande cassado nesta semana. Ontem perderam o mandato os parlamentares Paulo Pedra (PDT), Delei Pinheiro (PSD) e Thaís Helena (PT), licenciada para ocupar o cargo de secretária Municipal de Assistência Social na administração de Alcides Bernal.

Todos podem ainda recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Processante – Com a cassação de Bueno, membro da Comissão Processante contra Bernal, a Câmara Municipal deve realizar amanhã (11) sorteio durante a sessão para indicar o novo integrante dos trabalhos, que podem acabar com a cassação do prefeito da Capital.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)