Cassilândia, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Últimas Notícias

10/12/2013 18:50

Tribunal cassa mais um vereador por compra de votos

Vinícius Squinelo e Filipe Prado, Campo Grande News

O TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) cassou, por 3 votos a 1, o mandato do vereador Alceu Bueno (PSL), acusado de gastar R$ 100 mil em compra de votos nas eleições municipais de 2012. Além de perder o cargo, a saída de Bueno da Câmara mexe com a composição da Comissão Processante contra o prefeito Alcides Bernal (PP).

O caso de Bueno foi julgado no início da noite de hoje (10) pelo Pleno do Tribunal. O primeiro a votar foi o relator do caso, juiz Cláudio Bonassini da Silva, que afirmou que foram mais de R$ 100 mil usados para compra de combustíveis, que eram então trocados por votos.

Bonassini votou pela cassação do vereador, sendo acompanhado pelos juízes Heraldo Garcia Vitta e Elton Nasser de Melo. Contra votou o juiz Nélio Stábile, e o presidente do TRE, desembargador Josué de Oliveira, se declarou impedido de votar.

Bueno é o quarto vereador de Campo Grande cassado nesta semana. Ontem perderam o mandato os parlamentares Paulo Pedra (PDT), Delei Pinheiro (PSD) e Thaís Helena (PT), licenciada para ocupar o cargo de secretária Municipal de Assistência Social na administração de Alcides Bernal.

Todos podem ainda recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Processante – Com a cassação de Bueno, membro da Comissão Processante contra Bernal, a Câmara Municipal deve realizar amanhã (11) sorteio durante a sessão para indicar o novo integrante dos trabalhos, que podem acabar com a cassação do prefeito da Capital.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 30 de Março de 2017
Quarta, 29 de Março de 2017
20:34
Loteria
Terça, 28 de Março de 2017
21:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)