Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/02/2006 21:18

Tribunais serão responsáveis por salários de parentes

Lana Cristina/ABr

Os tribunais de Justiça que mantiverem o pagamento de salários de cônjuges, ou parentes em até terceiro grau, de juízes e desembargadores serão responsabilizados administrativamente. A informação foi dada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Nelson Jobim, ao explicar as conseqüências da decisão do Supremo de conceder liminar à Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), no pedido de constitucionalidade da regra que proibiu o nepotismo no Judiciário.

O plenário do STF julgou o pedido de liminar hoje (16), em sessão extraordinária. Por nove votos a um, a regra, imposta pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) há 90 dias, foi considerada constitucional. O prazo para afastamento dos parentes, determinado pelo Conselho, terminou na terça-feira (14).

Jobim, que também preside o CNJ, disse que o órgão poderá desfazer qualquer ato que tenha sido praticado para manter a contratação de parentes no Judiciário. "O Conselho poderá desconstituir todos os atos que tenham sido produzidos no sentido da manutenção da contratação desses parentes. Além disso, nós reconhecemos que todos os que autorizarem os pagamentos estão praticando atos passíveis de outras demandas (judiciais e administrativas)", afirmou.

A estimativa é a de que mais de 1800 funcionários do Judiciário sejam parentes de juízes, desembargadores ou diretores de tribunais. Cerca de 700 deles conseguiram manter seus cargos, desde a edição da resolução do CNJ, por meio de liminares judiciais.

Jobim disse que, para efeito de responsabilização de presidentes de tribunais ou de pessoas que autorizem os pagamentos a partir de agora, o CNJ vai acionar o Tribunal de Contas da União (TCU) e os tribunais de contas estaduais. O Conselho vai acionar também o Ministério Público, para que mova ações de improbidade administrativa contra aqueles que descumprirem a resolução.

Com a decisão do STF, os parentes de juízes com cargos comissionados na Justiça têm que ser demitidos imediatamente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)