Cassilândia, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

24/03/2005 15:42

Três Lagoas:registra oito casos de tuberculose

Perfil News

Nos três primeiros meses de 2005, o Programa Municipal de Controle da Tuberculose registrou oito novos casos da doença em Três Lagoas. A informação é do coordenador do programa, Antonio Carlos Modesto. Segundo ele, desde o dia 14 deste mês o programa iniciou a campanha de luta contra a tuberculose. “Em Três Lagoas nós iniciamos a campanha no dia 14, com divulgação de panfletos e palestras em escolas, os atendimentos à população iniciou mesmo esta semana”, acrescentou.

Com o objetivo de detectar novos casos de tuberculose, a chamada de demanda oculta, a Semana Nacional de Mobilização e Luta Contra a Tuberculose teve início na última segunda-feira e encerraria nesta quinta-feira (24), Dia Mundial de Combate a Tuberculose. “Como na quinta-feira será ponto facultativo, nós estaremos dando continuidade à campanha na próxima semana”, informou o coordenador.

Modesto explicou que todos as Unidades Básicas de Saúde e Programas de Saúde à Família (PSFs) estão realizando os atendimentos. Desde o dia 14, mais de 46 pessoas já foram consultadas apenas no Centro de Atendimento Médico (CEM). Só na quarta-feira mais de 12 pessoas haviam sido atendidas pelo programa. “É muito importante que as pessoas que sintam os sintomas da doença procurem o posto de saúde o mais rápido, o método é simples: primeiro ele passará por uma consulta e depois realizará o exame de escarro, caso dê positivo ele será encaminhado ao médico do programa, o pneumologista Michel Thomé Junior, para iniciar o tratamento”, explicou ele.

TUBERCULOSE

Transmitida pelo bacilo de koch, que penetra no organismo pelas vias aéreas superiores, a tuberculose possui dois tipos: a pulmonar (que atinge principalmente os pulmões) e a extra-pulmonar (que pode atingir outros órgãos como: gânglios, rins, bexiga, intestino, ossos, olhos entre outros). De acordo com o coordenador, cerca de 1/3 da população mundial possui o bacilo alojado, mas a doença ainda não se manifestou. “De cada 100 pessoas infectadas pelo bacilo, normalmente 5% irão desenvolver a doença, já que a tuberculose é uma doença oportunista e ataca quando o sistema imunológico está baixo”, comentou ele.

Modesto informou também que antes de ser diagnosticada e iniciar o tratamento, uma pessoa com a doença já infectou pelo menos outras dez pessoas. “A contaminação da tuberculose acontece pelo ar, através da tosse, escarro, espirro e gotas de saliva do infectado”. Devido a esse motivo, quando um caso é confirmado, toda a família do paciente passa por uma triagem.

DADOS

De 1997 a 2004, o programa registrou 286 casos de tuberculose em Três Lagoas, o que corresponde a uma média de 40 casos por ano. Os casos mais comuns são o de tuberculose pulmonar, com 94% o que corresponde a 269 casos. Em 2004 foram 27 casos, sendo 26 pulmonares e uma extra-pulmonar. Este ano foram oito casos, cinco pulmonares e três extra-pulmonares. As estatísticas divulgadas pelo programa apontam também que 70% dos casos da doença são do sexo masculino, com 202 casos e 84 casos em mulheres, o que corresponde a 30%.

A faixa etária mais atingida está entre 30 a 44 anos, com 29,5%, seguida da faixa de 45 a 59 anos. Em sete anos o programa registrou 20 mortes de pacientes com a doença e quatro óbitos por tuberculose.

No Brasil, estima-se que oito milhões de casos novos são diagnosticados por ano. De seis a oito mil pessoas morrem de tuberculose por ano. Conforme Modesto, entre as doenças infecciosas, a Tuberculose é a que mais mata. Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde, 10 pessoas morrem por segundo desta doença no mundo, são 60 mil por semana e dois milhões por ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 16 de Novembro de 2018
Quinta, 15 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Quarta, 14 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Terça, 13 de Novembro de 2018
17:57
Cassilândia/Paranaiba/Chapadão
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)