Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/04/2009 21:03

Três Lagoas tem uma pessoa com suspeita de gripe suína

Paulo Fernandes e Danúbia Burema, Campo Grande News

Uma pessoa está com suspeita de gripe suína em Três Lagoas (339 km da Capital) e outra em Campo Grande. Outras duas suspeitas de doença na Capital foram descartadas após exames clínicos. A informação da suspeita em Três Lagoas foi confirmada pelo diretor de Vigilância e Saúde da Secretaria de Saúde do Estado, Eugênio Barros.

Exame laboratorial foi feito em Três Lagoas e o resultado será conhecido amanhã. Enquanto isso, Barros teve uma reunião, na tarde desta terça-feira, com o secretário de Saúde de Campo Grande, Luiz Henrique Mandetta. Eles montaram um verdadeiro plano de guerra para evitar uma infestação da doença.

Novos casos da gripe suína foram confirmados nesta terça-feira em diversas partes do mundo e o medo é de uma pandemia. Somente no México foram, pelo menos, 149 mortes.

Na prática, será feita em Campo Grande uma readaptação do plano contra a gripe aviária, que inclui procedimentos padronizado para médicos e enfermeiros e coloca o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) como responsável pelo transporte de suspeitos. O HU será o hospital de referência para os casos de suspeita e tratamento.

Assim que forem encaminhados, os pacientes/suspeitos passarão por uma bateria de perguntas, o inquérito epidemiológico. O desafio é descartar outros casos já que a gripe aviária é muito parecida com a gripe comum e possui também sintomas semelhantes ao da dengue.

Um dos aspectos mais importantes do questionário é sobre a presença da pessoa em áreas de risco como México e Israel.

Mandetta explicou que a paciente com suspeita de gripe aviária em Campo Grande está em isolamento domiciliar. Ela não apresenta febre, que é uma das características da doença, mas não se sabe se isso se deve ao tratamento.

Se for confirmada a presença do vírus H1N1, a paciente será transportada para o Adolpho Lutz, em São Paulo – que é referência no assunto.

O secretário municipal de saúde explicou os cuidados que a população deve ter: lavar as mãos sempre que tossir ou espirrar e, principalmente, evitar viajar para áreas da doença. “Se não for uma viagem absolutamente necessário, não viaje”, disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)