Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/12/2012 12:00

Três Lagoas registra caso de leishmaniose humana

Jornal do Povo

A Vigilância Epidemiológica de Três Lagoas registrou, recentemente, um caso de leishmaniose visceral humana na cidade. A vítima tem 28 anos, é moradora do bairro Jardim Planalto e está fazendo tratamento ambulatorial com acompanhamento de um médico infectologista.

Para combater a proliferação do mosquito palha ou birigui, transmissor do vírus leishmania, que tem como hospedeiro da doença cães e gatos, o setor de endemias (controle das leishmanioses), trabalha com manejo ambiental e controle químico (borrifação). A equipe faz o bloqueio em nove quarteirões próximos à residência do doente.

Para conscientizar a população sobre os perigos da doença e como combater o mosquito transmissor da leishmaniose, o setor de Educação em Saúde realiza trabalho educativo no bairro onde é registrado o caso. A orientação é feita de casa em casa com a entrega de folhetos. Além disso, são realizadas palestras nas escolas do município.

Casos

Em 2011, foram registrados 11 casos de leishmaniose humana na cidade, com duas mortes. Neste ano, até o momento, o número caiu para oito pessoas. Segundo a Vigilância Epidemiológica, dois desses casos são “importados” dos municípios de Brasilândia e Água Clara, embora a pessoa que contraiu a doença em Brasilândia tenha morrido.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)